Meta furada

Quanto da desvalorização do real será repassada aos preços e afetará a inflação? Para Leandro Stresser, do BicBanco, uma desvalorização próxima de 25% poderá influenciar os índices de inflação em até cinco pontos percentuais. O repasse pode não ser integral, afirma, lembrando que o atual ritmo de crescimento não permite o repasse imediato aos preços. “Entretanto, é razoável acreditar que a absorção será feita, em boa parte, no próximo ano, já que, a retomada do crescimento deverá ser lenta até o final do ano, o que já colocaria em risco a meta de inflação de 4% estipulada para 2003 e, inclusive, pondo em risco seu próprio teto, de 6,5%”, adverte.
A maior parte da inflação vem do aumento de preços das tarifas de empresas privatizadas ou dos combustíveis, ambos atrelados – irresponsavelmente – ao dólar.

Lado positivo
Mas a desvalorização do real traz benefícios para alguns setores. Com a disparada na cotação do dólar, o turismo interno deve crescer mais do que já era esperado pelo setor de locação de veículos. O número de turistas estrangeiros para este ano, avaliado inicialmente em 5,5 milhões, também deve crescer. “O câmbio acima de R$ 3 é atrativo para quem chega com dólares”, diz Alberto de Camargo Vidigal, presidente da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla). As locadoras já estão se preparando para o aumento da demanda, estimado em 20% em relação ao passado. Antes da alta do dólar, a Abla previa um crescimento de 17%.

Falência alemã
Não só as prefeituras e governos brasileiros estão em situação difícil. Um número cada vez maior de cidades alemãs encara condições de inadimplência financeira e crescente pauperização, informa a revista EIR. A capital Berlim, maior cidade do país, só pode cobrir 40% de seu orçamento atual com a arrecadação de impostos. Quase 13% dos berlinenses já vivem abaixo do nível oficial de pobreza.; 20% dos domicílios dependeram do seguro-desemprego ou seguro-social em 2001, em comparação com os 7% de 1991. Só 41% de todos os domicílios berlinenses vivem dos salários de emprego regular: há 10 anos, eram 82%. Quase 75% dos empregos industriais de 1991 foram eliminados.
Munique, a terceira maior cidade, com 1,3 milhão de habitantes, que em 2001 ainda tinha mais empregos no setor produtivo do que Berlim, viu um aumento no desemprego de 31% de junho de 2001 a junho passado. Em 25 de julho, a prefeitura declarou estar próxima à inadimplência financeira.

Pontos de vista
Durante debate sobre o tema “O desenvolvimento regional e os portos”, o vice-presidente da Associação Comercial Juan Lerena afirmou que era demais o total de 30 mil trabalhadores na atividade portuária no Brasil. Presente ao encontro, a deputada federal Telma de Souza (PT-SP), da Comissão de Transportes da Câmara, rebateu: tudo depende do volume de carga que se movimente.

Carteira
O estaleiro Promar tem em carteira contratos avaliados em torno de US$ 110 milhões. Até setembro, entrega o casco 5, de US$ 17 milhões. E até o fim do ano lança o 4, com mais US$ 17 milhões, informou o presidente Ariovaldo Rocha. Ele desmentiu boatos de que o seu estaleiro não tem capacidade instalada para receber mais obras. “O Promar tem plena condições de receber qualquer encomenda agora. Tem capacidade de construir dois navios ao mesmo tempo e em nove meses. Estamos investindo em tecnologia e conseguimos reduzir significativamente o tempo de construção de 14 meses para nove meses”.

Procuradores
O procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Nedens Ulisses Freire Vieira, foi eleito ontem presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Justiça do Brasil. O Conselho Nacional define estratégias conjuntas nas diversas áreas de atuação do Ministério Público, como o combate ao crime organizado e à improbidade administrativa, defesa do meio ambiente e dos direitos dos consumidores, entre outras. A posse, para o mandato de um ano, ocorre no mês de setembro, em Belo Horizonte.

Artigo anteriorUsura
Próximo artigoCerco
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...