Metamorfose ambulante

A ligeireza com que a imprensa global passou a chamar o presidente da Líbia, Muamar Kadafi, de “coronel Kadafi” guarda o mesmo alinhamento acrítico com a forma que “comprou” a versão da administração Georg Bush, quando esta passou a atribuir os atentados ao World Trade Center a Bin Laden. No caso da mídia tupiniquim, a virada ganha contornos tragicômicos para os de boa memória que não se olvidaram que, durante a ditadura brasileira, a imprensa da ditabranda nunca deixou de tratar com reverência e bajulação como “presidentes” os generais de plantão.

Novos Bin Landen
Aliás, leitores mais críticos já estranham que, tendo transformado em “rebeldes” os integrantes do Conselho Nacional de Transição (CNT) levados ao poder pela combinação da ação militar (bombardeios da Otan) e estrangulamento econômico (o sequestro de bens líbios em bancos no exterior), a imprensa global silencie sobre a decisão já anunciada pelo CNT de transformar a sharia (lei islâmica) em instância jurídica superior à futura Constituição e às leis ordinárias da “nova” Líbia.

Cartão amarelo
Para que nenhum órgão da imprensa dos países hegemônicos possa vir alegar ingenuidade e/ou desconhecimento, o CNT já adverte que, desde já, proibirá as mulheres da Líbia – país no qual não há restrições ao exercício da cidadania feminina, como a livre locomoção, inclusive, dirigindo seus próprios veículos, e o ingresso em universidades – de viajarem sozinhas. A alegação de que esse tipo de interdição é em defesa das próprias mulheres, por “elas serem a parte mais importante da nossa sociedade”, pode ser subscrita pelos talibãs ou pela ditadura familiar que governa a Arábia Saudita, mas esta, significativamente, não comove os defensores dos direitos humanos mobilizados pela mídia ocidental.

Realidade
A produção do petróleo no pré-sal já atinge 150 mil barris diários. A informação foi dada pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, ao participar do World Energy Leader”s Summit,  no Rio: “Não é mais um sonho. Nós já produzimos no pré-sal. Temos muitos desafios, mas as oportunidades são muito maiores”, comemorou Gabrielli, que destacou o papel da estatal setor global energia.
A produção atingida confirma previsão da Petrobras, no fim de outubro de 2010, quando  empresa realizou  o primeiro teste-piloto do pré-sal no Rio de Janeiro.
Vale o escrito
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) garantiu o direito à nomeação à candidata aprovada em primeiro lugar no concurso público para o cargo de professor de língua portuguesa do ensino fundamental do município de Santo Cristo, no Rio Grande do Sul. A 1ª Turma do STJ baseou sua decisão no fato de o edital do concurso não fixar o número de vagas a serem preenchidas, observando ser possível presumir a existência de pelo menos uma vaga, que deve ser destinada ao primeiro colocado. A decisão, que interessa a milhões de “concurseiros” tupiniquins e representa um duro golpe nos recorrentes cadastros de reserva, reformou a decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que rejeitara o pleito, alegando não haver direito líquido e certo à nomeação, pelo fato de a candidata não ter sido preterida por outro candidato aprovado em colocação inferior.

Artigo anteriorPonta do iceberg?
Próximo artigoInvestimento direto
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

Mudar preços implica parar venda de refinarias

Mercado financeiro cobrará deságio, e Petrobras precisa de ativos para poder operar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços dos carros mais vendidos subiram 9,4% em média em um ano

Com 18,23% de variação, Renault Kwid foi o que mais subiu de preço entre os 13 mais vendidos.

PEC Emergencial pode sair da pauta do Senado desta quinta

Parlamentares resistem a cortes na saúde e educação e propõem votar apenas questão do auxílio emergencial.

Desdobramentos da intervenção na Petrobras

Percepção é de que o 'superministro' de Bolsonaro pode estar ficando cada vez mais isolado.

IPCA-15 de fevereiro ficou abaixo da expectativa

Índice mostra variação mais fraca que o esperado em alimentação, educação; já saúde e transportes vieram mais fortes que a expectativa.

Tentativa de superação

Ontem foi dia de recuperação da Bovespa, liderada pelas ações da Petrobras, Eletrobrás e setor bancário.