Metroviários de SP param por vacinas e lockdown

Os metroviários de São Paulo convocam para uma paralisação de 24 horas no próximo dia 20. Na pauta de reivindicações, a definição de um cronograma de vacinação contra a Covid-19 para todos os trabalhadores do setor de transporte público e medidas de prevenção contra a doença. O Sindicato dos Metroviários pede lockdown, com o fechamento das atividades, para conter o vírus.

Entre 4 e 10 de abril, o estado de São Paulo registrou 5.657 óbitos, o maior número desde o início da pandemia.

Leia também:

Escolas municipais reiniciam hoje aulas em São Paulo

ICMS: empresas de eletros podem trocar SP por Manaus

Artigos Relacionados

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.