Micos

Após 30 anos de trabalho de preservação da espécie, o país comemora a marca do milésimo mico-leão dourado vivendo livre na natureza. O anúncio foi feito pela WWF-Brasil e pela Associação Mico-Leão-Dourado, que prometem divulgar as primeiras fotos do filhote número mil, dentro da campanha “Mico 1000”. Os números, porém, podem estar defasados. Com o anúncio feito por FH, na véspera, da criação da Corregedoria-Geral para tentar abafar a CPI da Corrupção, a espécie ganhou pelo menos mais um filhote, ainda que de DNA tucano.

Biografia
Depois do inexplicável sumiço em plena batalha pela instalação da CPI da Corrupção, o senador Amir Lando (PMDB-RO) parece continuar empenhado em desmontar o capital de credibilidade construído com seu trabalho à frente das CPIs do Collor e das Privatizações. Ao alegar que somente apoiará o requerimento da CPI depois da 26ª assinatura, Lando se equipara, por baixo, a nomes menos votados que rebatizam a omissão de malabarismo político. A diferença é que daqueles a opinião pública pouco esperava.

Em baixa
Uma das principais estrelas da Bovespa, Petrobras PN, que fechou ontem a R$ 44,95, já está cotada abaixo do valor registrado ao fim do pregão da primeira semana deste ano, quando a ação valia R$ 46,52. A diferença é de 3,37%, sem contar a inflação do período. Como a Petrobras segue sendo a principal empresa do país, a queda na sua cotação reflete a insegurança do mercado financeiro sobre a sustentação do atual modelo, fundado no financiamento do déficit nas contas externas pelo capital estrangeiro.

Incentivo
O governador Anthony Garotinho assina hoje decreto regulamentando a Lei 1.954/92, que incentiva projetos culturais com base na renuncia fiscal do ICMS. O decreto fixará ainda o valor de R$ 20 milhões à Secretaria estadual de Cultura para incentivos dos projetos. O governo irá investir ainda cerca de R$ 25 milhões no setor cultural em todo o Estado. Entre as ações do governo, está a criação do Fundo de Cinema, a abertura e reforma de salas de cinema e teatro ligadas à Funarj, a circulação do Cine Mambembe, a criação de três Centros de Cultura na Baixada Fluminense, o programa Ingresso Cultural e a inauguração de 20 bibliotecas.

Bilhete azul
O fim do sonho da “nova economia” acabou do mesmo jeito que na velha economia: corte de custos, mias especificamente demissões. O site de notícias do iG dispensou quase metade de sua equipe no Rio de Janeiro; os correspondentes internacionais e quase todos os colunistas tiveram o mesmo destino.

Essenciais
Um dos resultados da década neoliberal, a dependência das indústrias nacionais de componentes importados acabou provocando um efeito na área trabalhista: as categorias de portuários e fiscais da Receita passaram a ocupar o lugar que antes pertenceu a metalúrgicos e bancários. Uma greve – ou mesmo uma operação padrão – em portos e entrepostos fiscais deixa as indústrias brasileiras sem peças e ameaçadas de não poder continuar a produção, como ocorre agora com a paralisação do Porto de Santos. Não à toa a Fiesp, que reúne a nata industrial paulista, reagiu com a divulgação de uma nota carregada de adjetivos contra a greve dos estivadores.

Amnésia
O caso do choque entre aviões da China e dos Estados Unidos faz lembrar outro caso, dos anos 80, quando um avião da hoje extinta União Soviética foi parar no Japão. Naquela ocasião os EUA, sem a menor cerimônia e com a conivência nipônica, praticamente reviraram a aeronave da URSS pelo avesso. Agora os norte-americanos dizem que o seu avião de espionagem, que está em território chinês, não pode ser espionado pelos chineses porque a aeronave representa solo estadunidense.

Novo Sivam?
O pré-candidato do PPS à presidência da República, Ciro Gomes, tem apresentado um argumento a favor da criação da CPI da Corrupção que põe por terra abaixo o surrado argumento oficial de que a comissão atentaria contra a governabilidade. Sempre ressalvando crer na inocência do presidente FH, embora “com menos convicção”, Ciro observa que, caso as acusações se revelem verdadeiras e caiam nas mãos dos EUA, podem ser transformadas num poderoso instrumento de chantagem contra o governo nas negociações para a implantação da Alca.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpulhação
Próximo artigoMetas

Artigos Relacionados

‘EUA do Mar’ seria considerado crime de lesa-pátria

Na terra de Biden, entregar navegação a estrangeiros é impensável.

Governo Bolsonaro não dá a mínima para a indústria

País perde empregos de qualidade e prejudica desenvolvimento.

Taxa sobre exportação de petróleo renderia R$ 38 bi

Imposto aumentaria participação do Estado nos resultados do pré-sal.

Últimas Notícias

Fundos de investimento poderão atuar como formadores de mercado na B3

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou os fundos de investimento a atuarem como formadores de mercado na B3, a bolsa do Brasil. A...

ABBC: Selic deve subir 1,50 ponto percentual

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne na próxima terça-feira (7) para decidir sobre a nova Selic, a taxa básica...

Ibovespa fecha a semana em alta

(alta de 0,013%). O volume representou uma extensão do movimento positivo registrado na quinta-feira (2), quando o índice fechou com forte alta de 3,66%,...

China: Incentivos fiscais para investidores estrangeiros

A China anunciou que estendeu suas políticas fiscais preferenciais para investidores estrangeiros que investem no mercado de títulos da parte continental do país. A...

Brasileiro teria renda 6 vezes maior com indústria forte

Entre 1950–70, PIB do País foi multiplicado por 10.