Milei não envia recursos e província argentina emite quase-moeda

69
Pessoas em situação de rua em Buenos Aires, Argentina
Pessoas em situação de rua em Buenos Aires, Argentina (foto de Martín Zabala, Xinhua)

A nota “Bocade” (título de cancelamento de dívidas) emitida na província argentina de La Rioja (noroeste) já está em circulação devido à falta de recursos enviados pelo governo de Javier Milei, à desvalorização, o ajustamento e a profunda crise que afeta a Argentina, destacou nesta segunda-feira, a imprensa local.

Este novo instrumento financeiro, com valor de um para um em relação ao peso argentino, visa dinamizar o círculo financeiro local, reativar a economia e estimular o consumo, anunciou o Governo de Rioja.

Em julho, uma percentagem dos salários dos funcionários públicos passou a ser paga com a nova quase-moeda Rioja, também denominada “Chacho”, especificamente às autoridades provinciais até ao cargo de diretor-geral.

Os “Bocade” estão disponíveis em denominações de 1.000, 2.000, 5.000, 10.000, 20.000 e 50.000 unidades.

Espaço Publicitáriocnseg

A nova quase-moeda pode ser usada para comprar qualquer produto nas empresas participantes e para pagar serviços e impostos provinciais, segundo informações do Governo de La Rioja, lembrando que as empresas e negócios da província deram sua aprovação para operar com a nova notas.

“O Governo de La Rioja ficou feliz que estas empresas tenham concordado em participar, em aderir, entendendo que os chachos (quase-moedas) são feitos com necessidade, visto que a Nação não enviou os fundos para reativar a economia e que eles Espero que em breve haja mais empresas que possam aderir à iniciativa para movimentar mais rapidamente a roda da economia na província”, anunciou a administração local na semana passada num comunicado.

Com Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui