Minério, soja e milho puxam queda de 0,58% do IGP-DI

INCC variou 0,67% em novembro.

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) caiu 0,58% em novembro, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando subira 1,60%. Com este resultado, o índice acumula alta de 16,28% no ano e de 17,16% em 12 meses. Em novembro de 2020, o índice havia subido 2,64% e acumulava elevação de 24,28% em 12 meses. Os dados foram divulgados pela Fundação Getulio Vargas, nesta terça-feira.

“O resultado do índice ao produtor segue influenciado pelo comportamento dos preços de grandes commodities. Mais uma vez, minério de ferro (4,29% para -24,98%), soja (-0,38% para -3,73%) e milho (-4,45% para -5,15%) apresentaram queda em seus preços influenciando o resultado do IGP”, afirma André Braz, coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) caiu 1,16% em novembro. No mês anterior, o índice havia apresentado alta de 1,90%. Na análise por estágios de processamento, a taxa do grupo Bens Finais variou de 1,47% em outubro para 0,62% em novembro. O principal responsável por este recuo foram os alimentos processados, cuja taxa passou de 0,81% para -0,56%. O índice de Bens Finais (ex), que resulta da exclusão de alimentos in natura e combustíveis para o consumo, variou 0,44% em novembro, contra 0,99% em outubro.

A taxa do grupo Bens Intermediários passou de 3,47% em outubro para 2,68% em novembro. O principal responsável por este recuo foi o subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, cuja taxa passou de 9,39% para 5,95%. O índice de Bens Intermediários (ex), calculado após a exclusão de combustíveis e lubrificantes para a produção, subiu 2,15% em novembro, ante 2,57% no mês anterior.

O estágio das Matérias-Primas Brutas caiu 6,40% em novembro. Em outubro, a taxa do índice subira 0,75%. Contribuíram para este movimento os seguintes itens: minério de ferro (4,29% para -24,98%), soja em grão (-0,38% para -3,73%) e leite in natura (0,66% para -7,73%). Em sentido oposto, vale citar bovinos (-7,71% para 2,60%), pedras britadas (0,46% para 2,25%) e trigo em grão (-1,36% para 1,29%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 1,08% em novembro, contra 0,77% em outubro. Duas das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação: Transportes (1,31% para 3,07%) e Habitação (0,37% para 0,56%). Nestas classes de despesa, vale mencionar o comportamento dos seguintes itens: gasolina (2,73% para 7,44%) e condomínio residencial (0,39% para 1,43%).

Em contrapartida, os grupos Alimentação (0,88% para 0,66%), Comunicação (0,44% para 0,09%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,25% para 0,16%), Vestuário (0,81% para 0,59%),  Educação, Leitura e Recreação (1,57% para 1,51%) e Despesas Diversas (0,28% para 0,20%) apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. Estas classes de despesa foram influenciadas pelos seguintes itens: hortaliças e legumes (9,40% para 6,68%), tarifa de telefone residencial (5,07% para 0,25%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,56% para 0,17%), calçados (1,32% para 0,37%), passagem aérea (9,97% para 8,87%) e alimentos para animais domésticos (1,98% para 1%).

O núcleo do IPC registrou taxa de 0,43% em novembro, ante 0,44% no mês anterior. Dos 85 itens componentes do IPC, 36 foram excluídos do cálculo do núcleo. Destes, 24 apresentaram taxas abaixo de 0,09%, linha de corte inferior, e 12 registraram variações acima de 1,05%, linha de corte superior. O índice de difusão, que mede a proporção de itens com taxa de variação positiva, ficou em 69,35%, 2,59 pontos percentuais abaixo do registrado em outubro, quando o índice foi de 71,94%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,67% em novembro, ante 0,86% no mês anterior. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de outubro para novembro: Materiais e Equipamentos (1,92% para 1,03%), Serviços (0,47% para 0,52%) e Mão de Obra (0% para 0,38%).

Leia também:

Produtividade industrial volta ao nível mais baixo desde 2ºtri de 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Votação sobre cobrança de mensalidade em universidade pública é adiada

CCJ decidiu fazer uma audiência pública sobre a PEC 206.

Taxação de refrigerantes é aprovada em comissão do Senado

Senadores querem aumentar a taxação como forma de combater obesidade infantil e diabetes.

Reduzir alíquota de ICMS não aliviará preço de combustíveis

Política equivocada do governo pode levar a falta de diesel.

Últimas Notícias

Solidus Aitech arrecadou mais de US$ 10,5 mi de fundos com tokens

Serviço de computação de alto desempenho (HPC) quer 'democratizar a IA'.

Pão pita tradicional poderá ser feito em escala industrial

Novo sistema é capaz de produzir até 1.000 quilos/hora de pita.

Policiamento reforçado em terreiros de umbanda e candomblé de Itaboraí

Terreiros foram ameaçados por pastor evangélico em show gospel.

Rodoviária do Rio inicia a 24ª Campanha do Agasalho

Desde a 1ª edição, em 1999, quase 1 milhão de peças já foram doadas.

Votação sobre cobrança de mensalidade em universidade pública é adiada

CCJ decidiu fazer uma audiência pública sobre a PEC 206.