Ministério da Economia culpa Congresso por calote no Banco dos Brics

840
Bandeiras dos Brics (Foto: Marcelo Camargo/ABr)
Bandeiras dos Brics (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

O Brasil deu um calote em uma parcela de US$ 292 milhões para aporte de capital no Novo Banco de Desenvolvimento, o Banco do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Em nota emitida na noite desta terça-feira, o Ministério da Economia informou que, ao longo do segundo semestre de 2020, tentou remanejar verbas com o Congresso Nacional, mas os parlamentares repassaram os recursos a outros ministérios.

Sem o pagamento da parcela, o governo brasileiro tornou-se inadimplente com o NDB (sigla do banco em inglês). Por determinação contratual, a instituição financeira terá de comunicar a situação às agências de classificação de risco, aos parceiros internacionais e aos detentores de títulos do banco, informa a Agência Brasil.

Para poder fazer o pagamento, segundo o Ministério da Economia, o governo precisa de autorização do Congresso, que está de recesso. A penúltima parcela de aporte de capital para o NDB corresponde a US$ 350 milhões, dos quais o Brasil pagou US$ 58,3 milhões em novembro.

Leia mais:

Espaço Publicitáriocnseg

Britânicos devem ficar em casa com início do terceiro lockdown no país

Ministério da Economia: PIB estável e inflação subindo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui