Minúsculo palito de bambu desenvolve grande mercado no exterior

Mais de 53 toneladas de produtos de bambu, valendo 809.000 yuans (cerca de 120.660 dólares americanos) foram recentemente enviados para a Indonésia a partir de Chongyi, um condado montanhoso na província de Jiangxi, leste da China.

Funcionários da alfândega inspecionam produtos de bambu a serem exportados para a Indonésia a partir de Ganzhou, província de Jiangxi, leste da China, em 28 de abril de 2022. Chongyi, com mais de 48.900 hectares de florestas de bambu na cidade de Ganzhou, é uma importante área de cultivo de bambu na China, produzindo mais de 10 milhões de bambus para uso comercial todo ano. (Xinhua)

Xinhua - Silk Road

 

Nanchang, 30 mai (Xinhua) — Mais de 53 toneladas de produtos de bambu, valendo 809.000 yuans (cerca de 120.660 dólares americanos) foram recentemente enviados para a Indonésia a partir de Chongyi, um condado montanhoso na província de Jiangxi, leste da China.

“Cerca de 70% de nossos produtos de bambu, principalmente palitos de dente e pauzinhos, são exportados para o exterior”, disse Huang Qiqiu, gerente da fábrica Guiyuan de bambu e madeira em Chongyi.

Chongyi, com mais de 48.900 hectares de florestas de bambu na cidade de Ganzhou, é uma importante área de cultivo de bambu na China, produzindo mais de 10 milhões de bambus para uso comercial todo ano.

“O bambu está repleto de tesouros. O broto de bambu é um alimento sazonal popular, enquanto o caule de bambu pode ser usado para fazer palitos de dente, pauzinhos e tubos”, disse Huang, acrescentando que os produtos de bambu feitos em Chongyi são muito bem recebidos na Indonésia.

No entanto, antes de 2019, os produtos locais de bambu raramente eram exportados. “Não estávamos familiarizados com a regulamentação e os requisitos tecnológicos e de qualidade dos mercados estrangeiros. Graças às autoridades alfandegárias locais, que  nos ensinaram passo a passo a exportar nossos produtos”, disse Huang.

“Alcançamos os requisitos dos destinos de exportação, orientamos as empresas a padronizar o gerenciamento de rastreabilidade e controlamos rigorosamente os riscos de inspeção e quarentena de matérias-primas a produtos finais”, disse Zeng Lin da Alfândega de Ganzhou.

Além disso, a Alfândega facilitou os procedimentos de exportação de produtos agrícolas e correlatos para incrementar ainda mais a eficiência do desembaraço.

A Alfândega de Ganzhou, desde início de 2022, supervisionou a exportação de 81 lotes de produtos de bambu, com um valor total de 20,5 milhões de yuans, representando um aumento anual de 42,2%.

Hoje, o bambu promoveu um cluster industrial que beneficia tanto os moradores quanto as empresas locais. Em 2021, o valor global da produção da indústria de bambu do condado foi de 1,7 bilhão de yuans.

“Atualmente, mais de 60 pessoas trabalham em minha fábrica, ganhando uma renda média mensal de 5.500 yuans, a maioria residentes locais”, disse Huang.

O condado de Chongyi também estabeleceu uma associação industrial do bambu, orientando os agricultores a formar joint ventures ou sociedades por ações. Atualmente, existem 15 cooperativas da indústria de bambu e mais de 1.720 famílias que estão envolvidas no negócio.

“Estamos otimistas com os vastos mercados no exterior”, disse Huang. Neste ano, sua fábrica acrescentou duas linhas de produção para atender às demandas diversificadas do mercado e ampliar o volume de exportação. Fim

Um trabalhador na oficina da fábrica Guiyuan de bambu e madeira, no condado de Chongyi de Ganzhou, província de Jiangxi, leste da China, em 17 de maio de 2022.

Um trabalhador na oficina da fábrica Guiyuan de bambu e madeira, no condado de Chongyi de Ganzhou, província de Jiangxi, leste da China, em 17 de maio de 2022.

Leia também:

Produção de chá eletrificada impulsiona indústria de chá na China

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

CMOC gastará US$ 1,826 bilhão no projeto de KFM em Congo

O CMOC Group Limited (603993.SH, 03993.HK) anunciou nesta quinta-feira que investirá cerca de 1,826 bilhão de dólares na fase I do desenvolvimento do projeto da mina de cobre-cobalto de Kisanfu (KFM), na República Democrática do Congo (RDC).

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou nesta sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,5 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

O mercado de pequenos artigos chineses é inaugurado em Dubai

O mercado de Yiwu, um centro de compras para pequenas mercadorias chinesas, foi inaugurado nesta quinta-feira em Dubai, oferecendo uma alternativa de mercado para compradores estrangeiros adquirirem produtos fabricados na China, informou Chinanews.com.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico