Em 20 anos, um outro país

Diretor de Exploração e Produção da Petrobras entre 2003 a 2012, Guilherme Estrella tem não só a ficha limpa, como elevado reconhecimento por sua capacidade técnica. Em entrevista ao Brasil Debate e SindipetroNF Diálogo Petroleiro, ele demonstra também que tem visão de longo prazo: “Hoje, com a descoberta do pré-sal, nós temos a possibilidade de projetar o Brasil que queremos.” Lembra que os Estados Unidos importam hoje cerca de 5 milhões de barris por dia. “Por isso, têm que manter a Otan, que na prática serve para garantir o suprimento energético da Europa e dos EUA. Iraque, Líbia e Síria estão aí para provar isso, ou estão destruídos ou sem governo, instáveis, por ações da Otan.” Já o Brasil, com a Petrobras, garantiu o fornecimento por todo o século XXI, com o petróleo em frente as praias de Copacabana ou de Santos.

Temos uma dívida elevada, mas porque tivemos que investir muito nos últimos 12 anos. O Brasil de 2002 era um país energeticamente dependente. Não tínhamos soberania”, ensina. “Para isso foram necessários grandes investimentos. O pré-sal foi descoberto, e iniciaram-se operações em tempo recorde. O setor petrolífero internacional fica surpreso quando vê essa capacidade e competência para explorar em águas profundas, com tecnologia nossa. A experiência profissional da Petrobras é ímpar. Estamos produzindo no pré-sal e não tem um acidente.”. Estrella recomenda que o governo tem que retomar a gestão da companhia e participar diretamente, como acionista majoritário, da solução da dívida da empresa.

No contexto da exploração do pré-sal, não se pode abdicar da estratégia do conteúdo local. “Temos hoje dois modelos de desenvolvimento disputando o Estado brasileiro: um com enfoque na soberania e independência; e um outro extremamente dependente, privatista. A principal diferença entre eles é o ‘cérebro’. Falamos aqui da competência tecnológica, de conhecimento, de engenharia. Quando se coloca isso no exterior, mata-se a inteligência brasileira. O verdadeiro desenvolvimento de um país acontece quando o país possui instrumentos para resolver seus próprios problemas. Essa é a verdadeira soberania. A experiência nacional é fundamental, e a indústria petrolífera tem um espectro de tecnologia e cadeia produtiva extremamente largos. Passa pela informática, mecânica, eletrônica. Se manter esses sistemas de avanços científicos e tecnológicos, em 20 anos nós seremos outro país” vislumbra.

NFe

Com a decisão da Secretaria da Fazenda paulista de não dar continuidade ao software de emissão de notas fiscais eletrônicas, a Dzyon apresenta uma alternativa gratuita, o NotaSoft, baseado na nuvem, que faz todo o processo de geração, certificação e envio automatizado das notas eletrônicas. Segundo a CEO da companhia, Francine Nonaka, o sistema é utilizado com regularidade atualmente por mais de 2 mil empresas, número que deverá dobrar em 2017.

A descontinuidade não afeta somente São Paulo: “O software paulista é usado em caráter nacional, com apoio do Ministério da Fazenda, e está integrado aos sistemas de autorização de todos os estados”, diz Francine.

Olimpíada cubana

Em Vila Nova, Piauí, a população local escolheu o médico Argèlio Hernández Pupo para participar do revezamento da tocha olímpica em Lagoa Grande, Pernambuco, no final do mês passado. Para desgosto dos críticos do programa Mais Médicos e dos dinossauros que ainda acham que em Cuba criancinhas fazem parte do menu do almoço, Pupo é cubano.

Rápidas

Queda da confiança, inflação, desemprego e o desempenho recente da economia brasileira estarão em debate no segundo Seminário de Análise Conjuntural de 2016, que o Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre) realiza no próximo dia 13, das 16h às 18h, Entre os palestrantes, Regis Bonelli, Silvia Matos, José Júlio Senna, Salomão Quadros e Aloisio Campelo. Os comentários finais estarão a cargo de Armando Castelar, Samuel Pessôa e Bráulio Borges. O evento é aberto, mas é necessária inscrição prévia pelo site www.fgv.br/ibre *** A história dos Jogos Olímpicos, os esportes e outras curiosidades, além de espaço de simulação de modalidades esportivas como ciclismo, levantamento de peso, atletismo, tiro com arco e ginástica estarão na Arena Rio 2016, que ocupa o Carioca Shopping até 20 de junho *** De 20 a 26 de junho, o Piola Jardins (Alameda Lorena, 1.765, São Paulo) será a sede da exposição das obras de Osmar Santos, cuja verba será destinada à ONG Apasfa, que mantém a campanha #AdoteUmPetComDeficiencia *** O advogado e professor João Mestieri fará palestra durante o evento “Direito Penal no século XXI: os desafios da tutela penal empresarial”, que acontece dia 23, às 19h, no Ibmec-RJ (Avenida Presidente Wilson, 118 – Centro). Durante o encontro será lançado o curso de pós-graduação em Direito Penal Econômico e Criminalidade Complexa e também haverá palestra do ministro Sebastião Reis Junior *** O jornalista Paulo Alonso será empossado, dia 17, no Lions Clube.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Objetos do Coração ajuda o Pró Criança Cardíaca

E-commerce que vende objetos para casa e decoração exclusivamente em formato ou com estampa de coração vai doar 10% da venda de produtos selecionados...

Empresa Fácil oferece estudo de viabilidade a novos empreendedores  

Sistema permite a emissão do Alvará Provisório em 24h.

Fatores comportamentais podem influenciar nos acidentes de trabalho

Psicóloga e uma assistente social e também técnica de segurança do trabalho criaram o jogo Conversa Segura.

Reclamações sobre serviços de telecom caem 28,4% em maio

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 28,4% em maio de 2021 na comparação com maio do ano passado, segundo...

EMS explica faturamento com o ‘kit Covid’

farmacêutica brasileira EMS informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que faturou R$ 142 milhões com medicamentos do kit Covid-19 em 2020,...