Moby Corretora de Seguros dinamiza o expediente com os colaboradores

Adotou a dinâmica do expediente híbrido com toda a equipe

Ao evitar o deslocamento, flexibilizar as atividades feitas em home office e ao mesmo tempo interagir presencialmente com os colaboradores, a Moby Corretora de Seguros adotou a dinâmica do expediente híbrido com toda a equipe. As atividades presenciais acontecem todas às segundas e terças, tendo uma escala presencial programada, conforme as necessidades das demandas. A corretora é especializada na venda de seguros online e a equipe de gestão se planejou para acompanhar o rendimento do time 100% em home office, durante o período de isolamento.

Uma pesquisa realizada pela HR Tech Pulses, plataforma que permite acompanhar o ambiente organizacional, o engajamento e a performance das equipes apontando o direcionamento por meio do Termômetro do Novo Normal, medindo a percepção dos colaboradores sobre essa adaptação ao novo formato de trabalho, a base de dados da ferramenta que tem mais de 2 mil respondentes, indica que 71% dos colaboradores que estão trabalhando na modalidade híbrida, estão gostando muito do formato. Em comparação, só 49% dos que estão trabalhando no regime presencial, responderam que estão satisfeitos com o modelo.

Para a sócia gestora da Moby, Liliane Barros, foi preciso dialogar com os sócios para definir uma estratégia, mas acima de tudo, ouvir o time foi fundamental para a tomada de decisão sobre como conduzir o expediente, no que se refere ao retorno das atividades presenciais. “Durante a pandemia, flexibilizamos os benefícios, além de criar um programa de saúde mental, porque já esperávamos um cenário delicado que os nossos colaboradores poderiam passar, por conta do isolamento social. Quando conduzimos a estratégia de adotar o expediente híbrido, com as atividades presenciais em duas vezes na semana, percebemos que essa flexibilidade despertou uma grande motivação em todos. E poder proporcionar esse ajuste foi essencial para a qualidade de vida de toda a equipe. A disrupção da tecnologia nos auxilia ao acompanhar o rendimento no formato híbrido, porque temos contato presencial com toda e equipe”, explicou.

Ao mencionar sobre novas tendências, Arley Boullosa relata que esse formato não altera nos resultados, só facilita. “Ao pensar que os que te dão suporte na empresa não conseguem alcançar as metas definidas em planejamento, é um mero equívoco. Da mesma forma que é necessário estar presente no escritório, é possível conduzir o expediente em home office. O híbrido veio para ficar e é um diferencial competitivo na empresa, quando falamos na atração e retenção de talentos”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Guedes pode decidir por aumento de quase 16% para planos de saúde

Empresas do setor reclamam do aumento de custos.

STJ decide se plano deve restituir o que não consta no rol da ANS

No início do julgamento sobre o caso, ministro Luis Felipe Salomão já havia se posicionado nesse sentido.

Despesas de planos médicos atingiram R$ 206 bi na pandemia

Estudo mostra que aumento de 24% durante um ano está relacionado com a retomada de procedimentos médicos a partir de 2021.

Últimas Notícias

Mundo pode ter 1 milhão de pessoas jogadas na pobreza extrema em 2022

Segundo Oxfam, bilionários lucraram durante a pandemia às custas de milhões.

Doria desiste da corrida presidencial

Em seu discurso, tucano diz que 'o PSDB saberá tomar a melhor decisão no seu posicionamento para as eleições deste ano.'

Ministério quer explicações da TecToy sobre carregador

Produto não tem autorização para ser vendido no mercado brasileiro.

Envios de celulares na China alcançam 69,35 milhões de unidades no Q1

As remessas de telefones celulares da China tiveram uma queda anual de 29,2%, chegando cerca de 69,35 milhões de unidades no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um relatório da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicações (CAICT, sigla em inglês).

ONS: chuvas mantêm afluências estáveis

Reservatórios permanecem sem surpresas na terceira revisão de maio; carga de energia aumentou 2,2% em abril em comparação com 2021.