Mocinhos&bandidos

Não deixa de ser emblemático da democracia que viceja em tempos de globalização e império em crise que o criador do Wikileaks, Julian Assange, seja solto por fiança e obrigado até a usar uma pulseira de identificação, enquanto os membros de administrações estadunidenses envolvidos em malfeitorias – para se recorrer a termo suave, para ações de sabotagem, golpes de Estado, desaparecimento e tortura de opositores – não sofrem qualquer sanção judicial. Com o vazamento de telegramas, resta a sanção moral.

Sinceridade lusitana
Artigo que comenta a guerra entre a portuguesa Ongoing e as grandes empresas de comunicação brasileiras, publicado no jornal Expresso – que pertence ao grupo lusitano – praticamente admite, em seu último parágrafo, as acusações que a imprensa do Brasil, capitaneada pela Folha e pelo Globo, fazem ao grupo. Admite que os interesses da Ongoing na Terra de Vera Cruz vão da mídia à infra-estrutura, e que Nuno Vasconcelos, presidente do grupo português, tem feito contratações visando ao país. Também José Eduardo Moniz, da área de mídia, “está bastante ativo”.
A acusação é que a Ongoing, através de terceiros, controlaria quatro jornais no Brasil, quando a Constituição só permite que 30% do capital de empresas de comunicação pertençam a estrangeiros. Os portugueses, oficialmente, negam.

Liberais seletivos
Ao mesmo tempo, a investida do cartel que controla a imprensa nacional contra o grupo lusitano comprova antigo dogma econômico tupiniquim: empresários liberais sempre defendem a importância da competição e da concorrência, desde que …fora da sua área de atuação.

Crime&castigo
O padrão de qualidade e de controle interno das teles instaladas no Brasil é tal que já tem empresa que estará orientando seu serviço de telemarketing para que esteja aceitando ressarcir cliente que reclama da conta até R$ 500, independentemente de verificar se ele tem ou não razão. É a atualização do antigo ditado: em alguns casos, a polícia pode até não saber porque está prendendo, mas o sujeito sabe porque está sendo preso.

Tributos
A Asis Projetos lançou Substituição Tributária Fármacos, no qual é possível fazer pesquisas sobre impostos incidentes sobre o setor farmacêutico. Detalhes em www.asisprojetos.com.br/

Agenda doméstica
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, cancelou sua participação, na XL Cúpula de Presidentes dos Estados Partes do Mercosul e Estados Associados, que será realizada, esta sexta-feira, em Foz do Iguaçu. Segundo a embaixada venezuelana no Brasil, a ausência deve-se à decisão de Chávez de coordenar pessoalmente o atendimento aos cerca de 140 mil desabrigados pelas fortes chuvas que se abateram no país, nas últimas semanas. O chanceler Nicolás Maduro também vai permanecer no país para organizar o recebimento da ajuda humanitária internacional. Com isso, a delegação venezuelana será liderada pela vice-ministra para a América Latina e Caribe do Ministério do Poder Popular para as Relações Internacionais, Maria Jacqueline Mendoza.

Real anabolizado
Uma das principais vantagens para o turista estrangeiro, com moeda forte, o custo de vida no Rio de Janeiro, agora, assusta o visitante. Pesquisa com mil turistas estrangeiros feita pelo professor Bayard Boiteux e pelo Site Consultoria em Turismo mostra que os preços altos são o terceiro maior motivo de queixa, com 20% das opções. Pior, só a qualidade da informação (35%) e a sinalização turística (25%). Segurança ficou em quarto lugar entre os problemas (15%)ç em quinto, os táxis (5%). Os pontos positivos destacados foram população anfitriã (40%), natureza exuberante (30%), sistema de transporte urbano (20%), prestação de serviço e gastronomia (5% cada). Voltariam ao Rio 88% dos turistas.

Mercosul
Em 1996, havia 43.901 estudantes da língua espanhola no Brasil, segundo dados do Instituto Cervantes. Os números mais recentes (2004-2005) mostram que já são cerca de 1 milhão de estudantes da língua vizinha no país. Com a recente lei que introduz o espanhol na rede de ensino, esse número deve pular para 11 milhões.

Artigo anteriorBola de ferro
Próximo artigoDemitir é barato
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Água, saneamento e crescimento para todos

Há pouco tempo para implantação das metas do novo marco legal.

Automação das matrículas acelera com o uso de biometria facial

Cresce procura por soluções tecnológicas de Reconhecimento Ótico de Caracteres para operações como cadastro dos alunos nos sistemas escolares

Mercado ainda digere Fomc e MP da Eletrobras passa no Senado

O Ibovespa fechou em queda de 0,93%, na esteira dos receios globais e das discussões envolvendo a MP.

Relator vota contra autonomia do BC, mas vista adia julgamento no STF

Lewandowski vota por derrubar a lei, sancionada em fevereiro, que dá autonomia ao BC, mas pedido de vista de Barroso interrompe julgamento.

Abbas recebe credenciais de embaixador brasileiro

Diplomata Alessandro Candeas entregou nesta semana suas credenciais ao presidente da Palestina, Mahmoud Abbas.