Modesto

Convidado especial do 5º  Congresso Brasileiro de Comunicação Empresarial, que termina hoje, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, o ex-ministro da Fazenda de José Sarney Mailson da Nóbrega deitou falação sobre a importância da transparência “na atuação perante a imprensa e a sociedade”. Com a experiência de quem foi secretário-executivo da Fazenda de Delfim Netto durante a ditadura, Mailson afirmou que, naquele período, a comunicação “era pouco importante tanto para o governo como para as empresas”: “Não havia a obrigação de prestar contas à sociedade”, admitiu.
Modesto, escusou-se de contar sua experiência como homem-inflação, responsável pela maior alta de preços da história do Brasil: 84% em março/90.

Recuo
Apresentada como a grande derrotada no primeiro turno das eleições presidenciais, a esquerda francesa totalizou 44% dos votos. Esse percentual se refere à soma dos cerca de 17% dos votos obtidos por Lionel Jospin com a votação destinada a sete outros candidatos dessa corrente: três candidatos: trotsquistas (11%), Partido Comunista (3,43%), Verdes (5,27%), o ex-ministro socialista Jean-Pierre Chevenement (5,36%) e o candidato independente Christiane Taubira (2,15%).
Somados, esses votos representam exatamente o mesmo percentual amealhado por Jospin, em 1997, quando logrou unificar a esquerda. A dispersão das forças que poderiam se opor a Jacques Chirac e fechar o caminho para a caminhada de Le Pen para o segundo turno, no entanto, não deve ser debitada exclusiva, nem principalmente, ao divisionismo e ao personalismo de alguns candidatos, mas, principalmente, às concessões de Jospin a políticas neoliberais que o afastaram do eleitorado que repudia a ditadura do mercado financeiro.

Desidratada
Do veterano jornalista Carlos Chagas referindo-se aos avanços do conservadorismo mais caquético no mercado eleitoral europeu: “Não é a direita que está vencendo eleições. É a esquerda fajuta, rosada, a social-democracia sem alma, que vem perdendo. Naufraga a tentativa de acabar com o neoliberalismo por meio de flores ou através do diálogo. Desaparece a possibilidade de concessões e conciliações levarem os ricos a se tornarem menos ricos e os pobres, menos pobres. Indivíduos e nações, aliás.”

De Washington
Em entrevista à carta Questão Capital, o presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), Marcílio Marques Moreira, disse só enxergar uma possibilidade de o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, vencer as eleições para presidente da República: se mover para o centro. Na tradução de Moreira, isso implicaria a naturalização de valores como “estabilidade, segurança e ausência de choques econômicos mirabolantes”. “Ou seja – resumiu –  nada que fira o consenso.”
Ex-ministro da Economia de Fernando Collor, Moreira deve ter ficado constrangido de condenar confiscos da poupança e até de depósitos à vista. Ou seja, nada como ser previsível …depois de deixar o governo.

Nem pão nem água
Com as atividades paralisadas desde o último dia 7 e revoltados com a falta de resposta do governador de Brasília, Joaquim Roriz, às suas reivindicações, um grupo de 27 professores do Distrito Federal entrou em greve de fome. A direção da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) culpa o governador pelas conseqüências que possam atingir os grevistas.

Chapa branca
Do sempre impagável cartunista Jaguar sobre o histriônico Arnaldo Jabour: “O Jabour é o único rebelde a favor.”

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPlata queimada
Próximo artigoÚnico bobo

Artigos Relacionados

Guedes esperava muito da educação

Setor educacional prometeu, mas ainda não cumpriu.

Petrobras também foi ao mercado em Londres

Estatal criou subsidiária na década de 80 para atuar nas Bolsas.

Petroleiras ganham dinheiro no mercado, não com produção

Desde a década de 1980, companhias viraram empresas financeiras.

Últimas Notícias

Câmara rejeita ‘PL antiterrorismo’

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira a urgência para votar o Projeto de Lei (1595/19) que cria uma polícia política que permite ao...

Programa AceleraD’Or de Mentoria entra em fase decisiva

Em fase decisiva para a escolha das 10 empresas participantes do projeto, o Programa AceleraD’Or de Mentoria, patrocinado pela D’Or Consultoria, teve repercussão positiva...

Aconseg-RJ mostra um 2022 promissor para as assessorias

Em reportagem especial da edição, os executivos confirmam a rápida resposta do setor e sua adequação aos tempos de desafios que foram superados com...

Inovação em Seguros concederá NFTs a vencedores

Uma das novidades do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), será a concessão...

Anbima projeta taxa de juros em 11,75% em 2022

A taxa de juros deve voltar a dois dígitos no início do próximo ano e chegar em 11,75% no mês de maio, de acordo...