Mongólia Interior da China duplicará a capacidade instalada de energia nova até 2025

A Região Autônoma da Mongólia Interior, no Norte da China, planeja aumentar sua capacidade instalada de energia nova para mais de 150 milhões de quilowatts até 2025, mais que o dobro em relação aos níveis de 2022.

112
energia elétrica
Foto aérea tirada em 21 de dezembro de 2020 mostra linhas de transmissão de energia de ultra-alta tensão transportando energia eólica gerada na Liga Xilingol, Região Autônoma da Mongólia Interior, norte da China. (Xinhua/Pengyuan)
Xinhua - Silk Road

Hohhot, 20 nov (Xinhua) — A Região Autônoma da Mongólia Interior, no Norte da China, planeja aumentar sua capacidade instalada de energia nova para mais de 150 milhões de quilowatts até 2025, mais que o dobro em relação aos níveis de 2022.

Isto significa que a capacidade instalada de energia eólica da região atingirá 98 milhões de quilowatts, e a de energia solar alcançará 52 milhões de quilowatts até 2025, informou o governo regional nesta segunda-feira.

Até 2025, a região será capaz de gerar 300 bilhões de kWh de eletricidade a partir de energias novas, de acordo com o governo.

A região pretende aumentar a sua capacidade instalada de energia nova para mais de 300 milhões de quilowatts e a sua geração anual de energia nova para quase 600 bilhões de kWh, até 2030.

Espaço Publicitáriocnseg

A Mongólia Interior é rica em recursos eólicos e solares. A capacidade instalada de novas energias da região atingiu 61,82 milhões de quilowatts no final de 2022, ocupando o terceiro lugar no país, enquanto sua geração de energia nova de 133,5 bilhões de kWh ficou em primeiro lugar em todo o país. Fim

Leia também:

Mais empresas chinesas estão motivadas a comercializar eletricidade verde, dizem especialistas
Cinturão e Rota
Mais empresas chinesas estão motivadas a comercializar eletricidade verde, dizem especialistas

Beijing, 15 de julho (Xinhua) — Várias regiões provinciais da China relataram um comércio robusto de eletricidade verde e certificados verdes durante o primeiro semestre de 2024, em meio aos esforços do país para cumprir suas promessas duplas de carbono. Especialistas citaram a crescente demanda por empresas domésticas e globais para reduzir emissões, juntamente com […]

China expande política de isenção de visto para trânsito a mais portos
Cinturão e Rota
China expande política de isenção de visto para trânsito a mais portos

A Administração Nacional de Imigração (ANI) da China anunciou nesta segunda-feira que a política de isenção de visto para trânsito de 144 horas foi ampliada para incluir mais três portos, elevando para 37 o número de portos cobertos pela política.

Vendas no varejo da China aumentam 3,7% no primeiro semestre
Cinturão e Rota
Vendas no varejo da China aumentam 3,7% no primeiro semestre

Beijing, 15 julho (Xinhua) — As vendas no varejo de bens de consumo da China aumentaram 3,7% anualmente no primeiro semestre deste ano, anunciou o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE) nesta segunda-feira. As vendas no varejo de bens de consumo do país totalizaram 23,6 trilhões de yuans (Cerca de  3,3 trilhões de dólares americanos) no […]

O comércio exterior da China atinge novo recorde no primeiro semestre
Cinturão e Rota
O comércio exterior da China atinge novo recorde no primeiro semestre

Beijing, 12 de julho (Xinhua) — O comércio exterior da China atingiu um novo recorde no primeiro semestre deste ano, proporcionando mais impulso para a recuperação econômica, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira. O volume de comércio de mercadorias cresceu 6,1% anualmente, para cerca de 21,17 trilhões de yuans (cerca de 2,97 trilhões de dólares americanos) […]

Exposição em Tianjin discute perspectivas da indústria naval global
Cinturão e Rota
Exposição em Tianjin discute perspectivas da indústria naval global

Tianjin, 12 de julho (Xinhua) — Representantes da indústria global de transporte marítimo expressaram a esperança de que o setor busque modelos de crescimento mais robustos e sustentáveis ​​sob novas circunstâncias. Na atual Exposição Internacional da Industria Naval de Tianjin 2024, representantes de cerca de 400 empresas de navegação, portos e associações industriais do mundo […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui