Montadora chinesa FAW Group vendeu bem no primeiro semestre

278.200 veículos, correspondendo a um aumento de 35,6% em termos anuais.

Mercado Financeiro / 00:16 - 9 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O principal fabricante de automóveis da China, FAW Group, anunciou que vendeu mais de 1,63 milhão de veículos no primeiro semestre de 2020, um aumento de 2,3% ante o ano passado. No primeiro semestre deste ano, a marca icônica de sedãs da FAW, Hongqi, vendeu 70 mil veículos, representando um crescimento anual de 110,7%.

A Jiefang, também importante marca do grupo, vendeu 278.200 veículos, correspondendo a um aumento de 35,6% em termos anuais, divulgou nesta quarta-feira a agência Xinhua.

A FAW-Volkswagen Automobile Co., Ltd., uma joint venture entre a FAW e a Volkswagen AG, informou que no total 844.400 veículos foram vendidos, enquanto as vendas da FAW Toyota foram de 348 mil.

A Hongqi cumpriu sua meta de vendas de 100 mil carros em 2019 e dobrou a meta para 2020.Hongqi, que significa "bandeira vermelha", é a icônica marca de sedãs da China. Foi criada em 1958 e tem sido usada nos desfiles em celebrações nacionais.

Fundada em 1953 na cidade de Changchun, no nordeste do país, a FAW conta marcas como Hongqi, Jiefang e Bestune. Também possui joint-ventures com montadoras como Volkswagen, Mazda e Toyota.

Em 2019, a FAW Group teve uma receita de 620 bilhões de yuans (mais de US$ 90 bilhões), um aumento de 4,4%, informou na terça-feira a gigante. A FAW vendeu mais de 3,46 milhões de veículos no ano passado, um aumento de 1,3%.


 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor