Mossack Fonseca segue tranquila na Lava Jato

Sócios do escritório acusado de auxiliar evasão fiscal e que aparece no triplex do Guarujá têm mandado de prisão pedido pela Alemanha.

Fatos e Comentários / 19:38 - 28 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Alemanha emitiu mandados de prisão para os advogados panamenhos Jürgen Mossack, 72, e Ramón Fonseca, 68, sob a acusação de auxiliar na evasão fiscal e formar uma empresa criminosa global. A decisão contra os sócios da Mossack Fonseca ocorre mais de quatro anos após a publicação dos Panama Papers, trabalho de investigação capitaneado pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ).

Os dois advogados ficaram presos no Panamá por 2 meses, no início de 2017, em inquérito relacionado à Lava Jato. O Mossack Fonseca aparece pela primeira vez na operação brasileira em 2016. A Polícia Federal fez busca no escritório devido a suspeita de ocultação de patrimônio de clientes no Edifício Solaris, em Guarujá (SP) – o mesmo do triplex usado para condenar Lula. Um apartamento vizinho foi registrado pela empresa offshore Murray Holdings, sediada em Las Vegas, nos Estados Unidos. Dois funcionários do Mossack Fonseca foram presos, mas soltos logo depois por Sergio Moro, algo incomum para os padrões do então juiz.

A Polícia Federal indiciou 7 investigados (6 do escritório de advogados) na Operação Triplo X, um dos desdobramentos da Lava Jato. O inquérito adormece nos escaninhos de Curitiba. Agora, o procurador-geral da República, Augusto Aras, quer acesso aos documentos apreendidos, assim como outras informações guardadas a sete chaves pela força-tarefa da Lava Jato. Uma busca na rede traz várias páginas que juntam Mossack Fonseca, Globo e família Marinho.

 

Emoção na reta final

Oito em cada dez norte-americanos já estão emocionalmente com Biden ou Trump. Restam 20% a serem disputados, de acordo com estudo feito por NayaDaya, YouGov e Statista.

Embora muita coisa tenha acontecido durante o mês passado, os sentimentos e o comportamento dos norte-americanos em relação aos resultados potenciais da eleição presidencial em curso quase não mudaram. Trump precisaria de algo emocionalmente notável para mudar o curso da eleição a seu favor. No entanto, devemos ter em mente que, de acordo com nossos estudos, existem milhões de eleitores que ainda não têm uma preferência emocional entre os dois candidatos; surpresas ainda são possíveis”, alerta Timo Järvinen, CEO da finlandesa NayaDaya.

 

Isso é justo?

Salim Mattar, dono da Localiza e secretário de Privatização de Guedes até agosto, vocifera que, no Dia do Servidor, o funcionário público será remunerado sem trabalhar. E pergunta: isso é justo? Mattar ficou 20 meses no cargo sem fazer nenhuma privatização. Ganhou sem trabalhar?

 

Rápidas

Os ministros Alexandre de Moraes (STF) e Ricardo Villas Bôas Cuevo (STJ) e a presidente do TST, Maria Cristina Peduzzi, são palestrantes do “Encontro Digital”, promovido pela Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) nesta quinta, 17h. Informações aqui *** A Megamatte apoia a campanha de prevenção ao câncer de mama e de próstata do Hospital São Carlos Saúde Oncológica, unindo Outubro Rosa e Novembro Azul. Todas as terças de novembro, em lives com especialistas, no Instagram @redemeganatte *** O webinario do candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Eduardo Paes na Associação Comercial (ACRJ), dia 5, teve o horário alterado para 10h30 *** Liberado Júnior promove “Chá da tarde”, nesta quinta-feira, no Solar das Palmeiras. O evento, que faz parte do lançamento das revistas do Grupo Liberado Junior, terá desfile da marca Two B e Buffet do Meneghine *** A Pós-graduação do Unisal promoverá live nesta quinta-feira, às 19h, para debater a Reforma Tributária. É necessário inscrever-se *** O papel da segurança de desenvolvimento no Pix é o tema de webinar que a Conviso Application Security realizará nesta quinta, às 10h. Inscrições aqui *** A ministra Carmem Lúcia, do STF, fará a palestra magna de abertura do Congresso Internacional da Escola Superior do IAB (Esiab), nesta quinta-feira, às 10h30. O evento reunirá palestrantes de Portugal, Espanha e Canadá, com tema “Novos rumos do Direito em tempo de (pós) pandemia” e será aberto às 9h30, com transmissão pelo canal TVIAB no YouTube.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor