Movimentação de Guerra

Pela melhor oferta, será vendido nesta quinta-feira, 14, o apartamento do edifício “Paulo Klee” – Av. Afrânio de Mello Franco, 42/1001 -, no Leblon, que Romulo Guerra apregoou anteriormente com preço base de avaliação no valor de R$ 1.700.000 ( um milhão e 700 mil reais). Os lances devem começar às 15 horas, no átrio do Fórum desta cidade, que fica na Av. Erasmo Braga, 115. A seguir, na sexta, dia 15, no mesmo horário, mas no Fórum da Ilha do Governador, RG tem outra apregoação que é de segunda vez, quer dizer, leva o bem quem der o lance mais alto a partir da avaliação cortada pela metade. O objeto da venda é uma sala ( número 216) situada no Centro Comercial Dom Klesck, com endereço na Av. Paranapuan, 1.392. O prédio é de uso comercial, tem três andares, construção moderna, contendo 24 salas em cada pavimento.
Tem mais para agendar: Romulo Guerra tem marcado para o dia 18 deste junho, segunda-feira, às 15 horas, no mini auditório do Fórum do Castelo, o leilão de uma casa localizada no Jardim Guanabara – Rua Juracy Camargo, 265-, que tem avaliação inicial de R$ 300. 000 (trezentos mil reais). Mais detalhes pelo tel: 2532-3032 ou no site www.arremata.com.br.
O leiloeiro da Rua do Carmo, 6, terceiro andar, bem no coração forense do Rio de Janeiro, prepara-se para inaugurar, com sua afinada equipe, o sistema de pregões judiciais on-line, dos quais poderão participar todos os que se cadastrarem através daquele website. Guerra é filiado à Associação Americana de Leiloeiros, tem departamento jurídico próprio e sua estrutura de apoio de longo alcance inclui rádios via satélite ligados em toda a América Latina e nos EUA.

Andréa em nova data
Vai ser novamente apregoado, por Andréa Rosa Costa, o apartamento 701 do prédio da Av. Ataulfo de Paiva, 23, Leblon, agora pela melhor oferta. Com uma vaga na garagem, sala, dois quartos , cozinha, banheiro, área de serviço e dependências para empregada e situado na parte da frente, o imóvel é daqueles que despertam interesse não só pelo bairro – muito procurado -, como pelo tamanho (78 metros quadrados), adequado para duas pessoas ou família de três membros. E para aplicadores de capital que preferem o setor imobiliário, nem se fala! A nova data é 25 deste mês, às 15:15hrs, no Fórum da Erasmo Braga, 115, ao lado do hall dos elevadores.

Recordar é bom
Os anos da década de 80 foram pródigos em exposições de arte, que se sucediam ou aconteciam simultaneamente, estimuladas pelo aquecimento do mercado que os grandes leilões alimentavam no Rio de Janeiro. A freqüência de conhecidos colecionadores nos leilões e nas mostras de pintura e escultura de artistas famosos e daqueles que estavam surgindo (a Geração 80) era o exemplo ideal para os jovens que começavam a descobrir o universo sem limitações das artes plásticas.
Em dezembro de 1986, na área próxima da Lagoa Rodrigo de Freitas, bem em frente do Morro da Catacumba, foi inaugurada a galeria de arte do Posto Itaipava com uma coletiva de trabalhos de, entre outros pintores, Sylvio Pinto, Bustamante Sá, Roberto de Souza e Fuka , um exímio abstracionista. Na foto (infelizmente sem o nome do autor), da esquerda para a direita, estão: Zito Saback, tapeceiro e marchand, que por muito anos manteve galeria aberta em Ipanema; Fuka, acompanhado de duas belas damas, eu mesma e Roberto de Souza, de quem Ernani III era admirador confesso. Depois do governo Collor o mercado de arte carioca nunca mais foi o mesmo.

O que há para ver
No Museu Nacional de Belas Artes, ao lado do Teatro Municipal – para orientação dos visitantes de outras cidades -, foi aberta na última terça-feira a exposição “A Cara do Rio”, reunindo 76 artistas plásticos que produziram pinturas, gravuras, esculturas, instalações e outros trabalhos da área. Unindo arte e esporte, a exposição do MNBA presta homenagem aos Jogos Pan-Americanos, que vão ser iniciados em julho próximo, muito embora a ex-Cidade Maravilhosa esteja com as obras necessárias para o evento pela metade. Se tanto…

Galeria do Convento
Artistas, marchands, galeristas, críticos de arte, arquitetos, decoradores e alguns colecionadores também, garantiram o sucesso da inauguração da mais nova galeria do Rio, a Galeria do Convento, criada pela Universidade Cândido Mendes em seu prédio histórico da Praça XV de Novembro. Situado no térreo do antigo Convento do Carmo, que teve sua construção iniciada em 1593, o espaço abriga criações de 44 autores, que ficarão expostas no local até abril de 2008, oferecendo ao visitante uma amostra da produção de arte no Brasil nas últimas três décadas. Na relação dos participantes, que segue a ordem alfabética – de Alair Gomes a Walter Firmo – encontra-se nomes que já são familiares aos freqüentadores de leilões noturnos, como os de Gonçalo Ivo, Gilvan Samico, Ana Bella Geiger, John Nicholson, Jorge Guinle, Arlindo Daibert e Amador Perez.
“Esse conjunto tanto retrata as múltiplas direções da arte brasileira nos últimos trinta anos quanto reflete o espírito aberto que norteia a programação do Centro Cultural Cândido Mendes”, destaca o próprio.

Ledy Gonzalez

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

O leilão beneficente da Jaguar Parade

Fundos se destinam à conservação de onças-pintadas em seus habitats.

Leilão do Complexo de Cachoeiro, da Itapemirim

Um dos principais imóveis da empresa, em recuperação judicial.

Dez tochas olímpicas da Rio 2016 em leilão

Cada artefato foi avaliado em R$ 15,5 mil.

Últimas Notícias

Fundos de investimento poderão atuar como formadores de mercado na B3

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou os fundos de investimento a atuarem como formadores de mercado na B3, a bolsa do Brasil. A...

ABBC: Selic deve subir 1,50 ponto percentual

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne na próxima terça-feira (7) para decidir sobre a nova Selic, a taxa básica...

Ibovespa fecha a semana em alta

(alta de 0,013%). O volume representou uma extensão do movimento positivo registrado na quinta-feira (2), quando o índice fechou com forte alta de 3,66%,...

China: Incentivos fiscais para investidores estrangeiros

A China anunciou que estendeu suas políticas fiscais preferenciais para investidores estrangeiros que investem no mercado de títulos da parte continental do país. A...

Brasileiro teria renda 6 vezes maior com indústria forte

Entre 1950–70, PIB do País foi multiplicado por 10.