MP denuncia Alckmin por lavagem de dinheiro, caixa 2 e corrupção

Uma semana depois de indiciado, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) foi denunciado pelo Ministério Público nesta quinta-feira por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica eleitoral (caixa dois) e corrupção passiva no âmbito da Operação Lava Jato, chamada Lava Jato Eleitoral. De acordo com a denúncia, o tucano recebeu, de forma indevida, R$ 2 milhões da empreiteira Odebrecht na campanha ao governo estadual em 2010 e R$ 9,3 milhões quando disputou a reeleição, em 2014.

Segundo a Folha de S. Paulo, "além do ex-governador, foram denunciados Marcos Monteiro, ex-tesoureiro do PSDB, e Sebastião Eduardo Alves de Castro, ex-assessor de Alckmin, e ex-executivos da Odebrecht que firmaram acordos de colaboração. As investigações foram iniciadas com base nas delações da Odebrecht e aprofundadas com outros elementos de prova pela Polícia Federal. Também usa depoimentos do ex-diretor do Metrô, Sérgio Brasil, que fechou acordo de delação premiada."

Na semana passada, quando foi indiciado, o PSDB, divulgou nota em defesa de Alckmin. "Governador quatro vezes de São Paulo, quase cinco décadas de vida pública, médico, Geraldo Alckmin sempre levou uma vida modesta e de dedicação ao serviço público. É uma referência de correção e retidão na vida pública. Tem toda a confiança do PSDB."

Os advogados de Alckmin consideram, na ocasião, o indiciamento "injustificável e precipitado". "A ele foram negados o prévio conhecimento dos fatos que teriam ensejado a instauração do inquérito, além do direito fundamental de se defender, assegurado pela Constituição a todo cidadão brasileiro. O ex-governador sequer foi chamado a prestar esclarecimentos que poderiam ter evitado o seu indevido e imerecido indiciamento" diz a nota assinada pelos advogados Marcelo Martins de Oliveira e José Eduardo Rangel de Alckmin.

"Por meio desta nota, além de expressar a sua indignação e reiterar o seu compromisso com os princípios de seriedade, transparência, probidade e modéstia pessoal com que sempre procurou atuar na vida pública, confirma a sua confiança na verdade, que haverá de prevalecer", acrescentam os advogados.

 

Com informações do Brasil 247, Folha de S. Paulo e Agência Brasil

Serra é alvo, de novo, de operação sobre doação ilegal de campanha

Artigos Relacionados

Twitter: Bolsonaro teve só 4% de menções positivas e 66% de negativas

Segundo pesquisa da Modalmais/AP Exata, para 37,2%, governo é ruim/péssimo.

Vetos na Lei de Recuperação Judicial e Falências

O alerta leva em consideração o fato de que entra em vigor neste domingo (24) a nova Lei de Recuperação Judicial e Falências (14.112/2020), que trata da recuperação judicial de empresas em dificuldades, além do parcelamento e do desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação dos devedores.

Demissão de Ernesto Araújo é pedida

Em live nesta quinta-feira elogiou a política externa brasileira, sob o comando do ministro Ernesto Araújo que, na realidade, está colocando o país mais isolado mundialmente, com seguidos ataques à China e o afastamento do país dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Omissão em documento laboral deve ser resolvida na Justiça do Trabalho

Decisão afasta ações contra o INSS por possíveis erros cometidos pelas empresas.

Biden retoma restrições a viajantes que chegam do Brasil

Medida também afetará quem não é cidadão norte-americano que viaje a partir do Reino Unido e África do Sul.

Ação contra McDonald’s já beneficiou mais de 3 mil trabalhadores

Justiça reconheceu direito a maior pagamento de participação nos resultados.

Ritmo de vacinação limita alta do PIB no Brasil a 3,5%

FGV acredita em retomada desigual no mundo, com melhora mais rápida nos países desenvolvidos.

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.