MPRJ obtém decisão que interdita a Cidade do Samba

Além disso, eventual demora no julgamento do feito prolongará a situação de risco a que estão expostos não só os trabalhadores, como todas as pessoas que frequentam o local”, afirma o Juízo na decisão.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Cidadania da Capital, obteve na Justiça decisão determinando a interdição da Cidade do Samba até que as instalações sejam reestruturadas de forma a minimizar os riscos de incêndio.

A decisão em recurso proferida pelo Juízo da Terceira Câmara Cível ocorre no âmbito de ação civil pública ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Cidadania da Capital contra o Município do Rio, a Riotur, a Empresa Municipal de Urbanização (RioUrbe) e a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa). A ação ressalta que vistorias realizadas pelo Corpo de Bombeiros em diferentes anos identificaram não só irregularidades no estado das instalações, como também a ausência de plano de controle e prevenção contra incêndios.

“Infere-se, portanto, que estão presentes os requisitos autorizadores do deferimento da tutela recursal, tendo em vista que a farta documentação anexada aos autos demonstra o descumprimento das determinações para implementação de plano de prevenção e controle de incêndios na Cidade do Samba. Além disso, eventual demora no julgamento do feito prolongará a situação de risco a que estão expostos não só os trabalhadores, como todas as pessoas que frequentam o local”, afirma o Juízo na decisão.

Diante disso, foi determinada a interdição da Cidade do Samba até que suas instalações sejam reestruturadas de forma a minimizar os riscos de incêndio, adequando-se às normas de prevenção e controle de fogo descritas no Decreto Estadual nº 897/76 – sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil reais.

Leia mais:

Comerciantes do Centro tiveram piora na demanda em 2020

Supermercados esperam crescimento nas vendas de 4,5%, em 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mais um residencial na zona portuária

Empreendimento imobiliário vai gerar até R$ 600 milhões em negócios.

Comércio do Rio espera aumento de 3% nas vendas do Dia dos Pais

Aldo: maioria dos clientes deverá parcelar o pagamento, usando cartão de crédito ou cartão e carnê de crediário próprios das lojas.

Alerj protesta contra fim de voos para Norte Fluminense

Ceciliano lamenta decisão da Azul e cobra atuação da Agência de Aviação.

Últimas Notícias

Mercado financeiro reduz projeção da inflação de 7,15% para 7,11%

Esta é a sexta redução consecutiva da projeção, diz BC.

Real pode se beneficiar da queda do dólar ante moedas emergentes

Em NY, os índices futuros acionários operam no positivo, assim como as principais Bolsas europeias; alta também na Ásia.

Dia dos Pais: shoppings preveem crescimento de 16% nas vendas

Setor deve movimentar R$ 4,4 bilhões entre os dias 8 e 14 de agosto.

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos