Mubadala faz oferta por dona do Burger King Brasil

Fundo de investimentos dos Emirados Árabes Unidos propôs a compra do controle da Zamp, que detém a rede no território nacional.

A empresa Zamp, proprietária de redes Burger King e Popayes no Brasil, informou ao mercado na segunda-feira que recebeu uma proposta de compra de controle pela Mubadala Capital, dos Emirados Árabes Unidos. A comunicação sobre a oferta pública de aquisição (OPA) foi feita pela MC Brazil F&B Participações S.A., que faz parte dos negócios do fundo.

Segundo o comunicado da Zamp, com a OPA, a Mubadala passará a deter 50,10% do capital social da empresa. A Zamp informa que está avaliando os termos da proposta e os impactos da oferta e que divulgará ao mercado em 15 dias um parecer prévio fundamentado sobre o assunto. Nesta segunda-feira, as ações da Zamp tiveram forte alta na Bolsa de Valores de São Paulo.

O fundo dos Emirados tem investimentos em várias partes do mundo. Segundo o site da companhia, são US$ 284 bilhões em ativos. Os negócios vão de setores como aeroespacial e agronegócio até tecnologia da informação e comunicação, mineração, tecnologia farmacêutica e médica, semicondutores, metais, energia, serviços públicos e gerenciamento de holdings financeiras.

 

Agência de Notícias Brasil-Árabe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Azul mantém Norte Fluminense e Gol vai montar hub na Bahia

Companhia aérea recebeu incentivos fiscais do governo baiano.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.