Mudança da bandeira de energia pode influenciar reduzir combustíveis

Por outro lado, há o aumento sazonal de alimentos, vestuário e artigos de residência por causa das vendas de Natal.

Opinião do Analista / 15:59 - 6 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Nossa expectativa - Para o IPCA de dezembro, a mudança da bandeira tarifária nos preços de energia do nível 1 vermelho para amarelo e nossa visão de alguma apreciação do real (embora exista incerteza nessa expectativa) podem influenciar diretamente na redução dos preços dos combustíveis (claro que dependendo também da trajetória dos preços do petróleo no exterior). Por outro lado, há o aumento sazonal dos preços de alimentos, vestuário e artigos de residência por causa das vendas de Natal e também o aumento sazonal nas tarifas aéreas.

A principal pressão individual pode vir dos preços da carne que afetam não apenas os alimentos em casa, mas também influenciam diretamente os preços dos alimentos nos restaurantes. Essa alta acentuada é influenciada pela menor oferta de carne no mercado interno, uma vez que houve um aumento significativo das exportações de carne para a China para atender à maior demanda desde que a peste suína afetou negativamente o gado por lá.

Para todo o ano de 2019, nossa expectativa é de +3,5%, mas a pressão proveniente dos preços da carne estabelece algum viés de alta para essa expectativa de inflação. De qualquer forma, este ano pode terminar abaixo de 4%, portanto, abaixo da meta de 4,25%.

.

Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc. (MUFG)

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor