Mudança no FGTS prejudica metade das obras residenciais

Saques e distribuição de lucros reduzirão subsídio do Minha Casa.

O Governo Bolsonaro preparou nova armadilha ao editar a Medida Provisória 889, que criou duas novas modalidades de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e prevê a distribuição de 100% dos lucros do FGTS para todos os trabalhadores.

Segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o crédito de 100% do lucro, que parece um benefício à primeira vista, vai reduzir os R$ 9 bilhões ao ano que o Fundo libera para o trabalhador de baixa renda dar de entrada na compra da casa própria.

O presidente da Confederação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores nas Indústrias da Construção e da Madeira (Conticom-CUT), Cláudio da Silva Gomes, ressalta a importância dos 50% aplicados em subsídios da aquisição da casa própria lembrando que, hoje, “o programa Minha Casa, Minha Vida corresponde à construção de 800 mil unidades ao ano. Isto representa 52% das obras da construção civil no ramo predial e residencial”.

Claudio lembra que a construção civil é um setor que historicamente dá a partida para a recuperação econômica nas crises. Se a redução do investimento chegar a 30%, representará um impacto igual na contratação de mão de obra. “São quase 250 mil dos atuais 800 mil trabalhadores da construção civil que podem perder seus empregos”, avalia.

Segundo o sindicalista, o mercado financeiro está de olho nesses mutuários que têm mais de R$ 300 mil na conta do FGTS. “O banco vai oferecer um rendimento maior do que manter o dinheiro na conta do FGTS, só que não gera beneficio social algum.”

Claudio Gomes calcula que “80% das contas do FGTS possuem bem menos do que meio salário mínimo. As outras 15% têm pouco mais de R$ 5 mil a R$ 15 mil, e a minoria de 12% a 13% detém em torno de 80% do montante dos recursos das contas. Estamos falando de R$ 300 bilhões de recursos”.

Artigos Relacionados

Só 3,5% das empresas têm mulheres como CEO

BR Rating ouviu 486, sendo 57% de capital nacional e 43% multinacionais Apenas 3,5% das corporações têm mulheres atuando como CEOs, uma prova de que...

PEC do calote quer elevar Bolsa Família para R$ 400

Proposta é parcelar dívidas reconhecidas pela justiça para criar o Auxílio Brasil.

Preços de commodities turbinam balança comercial

Mesmo com valores recordes de produtos básicos, exportações cresceram menos que importações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

EUA: 3,5 milhões de despejos

Mais de 3,5 milhões de norte-americanos estão ameaçadas de despejo poucos dias após o término da prorrogação da medida de proteção aos inquilinos inadimplentes...

STF dá prazo para Bolsonaro explicar bloqueio de jornalistas

O presidente da República terá 10 dias para explicar o bloqueio de jornalistas em seu perfil no Twitter. O prazo foi estipulado pela vice-presidente...

Bolsonaro descarta tributar grandes fortunas

A possibilidade de instituir imposto sobre grandes fortunas, tabelamento de preços ou aumento de carga tributária no Brasil foi descartada nesta segunda-feira pelo Jair...

Só 3,5% das empresas têm mulheres como CEO

BR Rating ouviu 486, sendo 57% de capital nacional e 43% multinacionais Apenas 3,5% das corporações têm mulheres atuando como CEOs, uma prova de que...

Brasil pode ser principal player para investimentos verdes

“Atualmente, estima-se R$ 30 bilhões em gestão de títulos verdes no país, com grande potencial de crescimento, frente a US$ 1 trilhão de recursos...