Mães

A ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef, disse ontem, ao anunciar no Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o acesso à energia elétrica a todo cidadão fluminense em 2005, que espera continuar no ministério para, junto com a governadora Rosinha Garotinho, “dar a luz” à última residência do estado.

Fim do túnel
Com investimentos de R$ 34,4 milhões no Rio de Janeiro, o Programa Luz para Todos vai gerar no estado cerca de 1.900 postos de trabalho, entre diretos e indiretos. Em todo o país, serão investidos R$ 7,5 bilhões nos próximos cinco anos para garantir o acesso e o uso da energia a 12 milhões de brasileiros, o que pode significar mais de 400 mil empregos.

Limite
Em tempos de eleição, candidatos a vereador em busca de voto fácil anunciam que vão “acabar com os pardais (dispositivos de vigilância eletrônica da velocidade no trânsito)”. Alguns alegam que isso poria um fim à “indústria das multas”. Talvez prefiram a indústria da cadeira de rodas.

Bons serviços
Nem só de pedágios salgados vive a Linha Amarela. Semana passada, um motorista que passou da saída para a Avenida Brasil e foi cair na praça de pedágio foi auxiliado pelos funcionários da concessionária para fazer o retorno. Detalhe particularmente significativo e positivo: não apenas o dinheiro do pedágio que fora recolhido pelo funcionário do papa-fila foi devolvido, como em nenhum momento se falou em cobrar por um serviço que não seria utilizado.

Dogma questionado
Para os que ainda acreditam que não haveria alternativas à política econômica praticada no Brasil, assistir à palestra do engenheiro e administrador Marcelo Henriques de Brito, no Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA), amanhã, às 18h30, pode ser um programa revelador. Ele é autor do livro Crise e prosperidade comercial, financeira e política (Editora Probatus). A partir de números e dados oficiais, Brito mostra que o objetivo da política monetária é manter o dólar sob controle, e não a inflação, como argumenta o Banco Central. Brito adverte para o risco do baixíssimo nível de nossas reservas cambiais e critica os defensores da “independência” para o BC. “O BC é equiparável às Forças Armadas. É possível ferir de morte uma nação destruindo sua moeda”, resume. O CRA fica na Rua Professor Gabizo 197, na Tijuca. Mais informações pelo telefone (21) 2569-0044.

“171”
Uma nova forma de extorquir incautos parece estar sendo testada no Rio de Janeiro. Há poucos dias uma mulher que se apresentou como oficial de Justiça de Juizado Especial de Pequenas Causas perguntou a um morador da Zona Sul se já fora intimada pela água que seu ar-condicionado jogava na rua. Como a mulher do morador, que é advogada, lembrou a espertalhona que as intimações do Juizado Especial são enviadas pelo Correio, a “oficial” bateu em retirada sem se identificar nem exibir mandado judicial.

Risco
Refrigerantes do tipo light contêm em média duas vezes mais sódio do que as bebidas comuns. O consumo elevado de sódio na dieta tem sido correlacionado, em pesquisas, à hipertensão arterial na população, alerta a agência especializada Notisa. Só no Brasil a doença atinge de 15% a 20% da população adulta. Pessoas em dieta hipossódica devem evitar consumo excessivo de refrigerantes que usam adoçante no lugar de açúcar.

Solidário
Quem passar amanhã, após o almoço, pela esquina da Avenida Rio Branco com Sete de Setembro (Centro do Rio de Janeiro), não deve pensar que os calouros pintados de palhaço estão participando de mais um trote destinado a arrecadar dinheiro para uma “chopada” dos veteranos. Os cerca de 100 novatos do Ibmec/RJ vão participar do Trote Solidário, em que a quantia arrecadada será revertida em alimentos e material de higiene, doados às crianças atendidas pela casa Ronald McDonald.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrimeiro de abril
Próximo artigoMaldade gratuita

Artigos Relacionados

Commodities voltam a subir e ameaçam inflação

Brasil dependerá, mais que nunca, do comportamento do real frente ao dólar.

Rio manda R$ 2,4 tri para União e só recebe R$ 171 milhões

Estado é um dos mais prejudicados da Federação.

Não, a Petrobras não quebrou

Na época em que os preços dos combustíveis não eram descontrolados, caixa da estatal era superior ao atual.

Últimas Notícias

Valor da internet em Portugal está mais barato

Dados recentes do Eurostat, Serviço de Estatística da União Europeia, referentes a dezembro de 2021, mostra que Portugal lidera na descida de preços dos...

Modal finaliza aquisição da integralidade do banco digital LiveOn

O Modal, banco de investimento, fechou a aquisição de 100% da infratech LiveOn, operação divulgada em outubro de 2021, e só agora aprovada pelo...

Fitch afirma IDRs BB’ e rating nacional ‘AAA do Itaú Unibanco

A Fitch Ratings afirmou nesta segunda-feira os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e...

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Subida de juros assusta investidores

A segunda-feira (24) foi marcada como um dia de aversão a risco com fortes quedas nas bolsas internacionais, observou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial...