Muita espuma

O Procon de São Paulo multou em R$ 610.986,67 cada uma as cervejarias Petrópolis e Schincariol. As empresas foram acusadas de realizarem propaganda enganosa em relação ao uso do selo de alumínio, que, segundo a propaganda de ambas, protegeria o consumidor de contaminação. O mais emblemático, porém, é que a informação sobre a multa aplicada às cervejarias é divulgada pelo Sindicato Nacional da Cerveja (Sindicerv), controlado pela AmBev, que domina cerca de dois terços do mercado brasileiro de cerveja.

Cinzeiro público
O antigo axioma de que a toda questão complexa corresponde uma solução simples, porém, errada tem uma de suas derivações no episódio da louvável decisão do Governo do Estado de São Paulo de proibir o fumo em estabelecimentos públicos, incrivelmente contestada por setores do Judiciário. Com a promulgação da lei, porém, aumentou o número de pontas de cigarro atiradas na rua, o que, além de sujar a cidade, é uma ameaça extra ao entupimento de ralos no caso das chuvas que costumam castigar São Paulo. O resumo da ópera não deve resultar na capitulação no combate ao fumo, mas na consciência de que educação é um problema mais complexo e fundamental para o desenvolvimento das nações.

Marcha
Servidores públicos do Estado do Rio planejam paralisação e marcha ao Palácio Guanabara, sede do governo, nesta quarta, para pressionar o governo Sérgio Cabral (PMDB) a atender a pauta unificada da categoria, que inclui reajuste linear de 70% (15% emergenciais), incorporação das gratificações, não implementação da privatização através das fundações de direito privado e organizações sociais, planos de carreira, condições dignas de trabalho e atendimento à população, entre outras. Segundo o Sindsprev/RJ, participam do movimento servidores da saúde, educação, ciência e tecnologia, universidades públicas e metrô, entre outras categorias.

Lanterna
A reivindicação dos funcionários estaduais é salgada, mas o sindicato alega que a despesa total com pessoal executada pelo Governo do Estado caiu de 23,9% para 23,68% da receita corrente líquida, de 2008 para 2009. O gasto está longe do limite máximo de 49% da receita líquida estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo o Dieese, proporcionalmente, o Estado do Rio é o que gasta menos com salários, na comparação com 12 estados brasileiros.

Crise
Devido ao surto da gripe A, não haverá paralisação do funcionalismo fluminense na área da saúde. A diretora do Sindsprev/RJ Denise Nascimento denuncia que os hospitais não têm as condições básicas para atender os casos da H1N1, pois faltam equipamentos, profissionais, insumos e medicamentos. “Os hospitais viraram focos de propagação da doença”, alerta. Denise afirma ainda que o medicamento que combate a doença não está sendo distribuído a todos os hospitais do estado.

Tacada
O governador do Rio vestiu – também literalmente – o projeto social em torno do único campo de golfe público municipal do Brasil, em Japeri, Baixada Fluminense. Sérgio Cabral sobrevoou o local, na segunda-feira, e depois tirou fotos com as crianças atendidas pelo projeto. O campo de golfe estava – pelo menos esta coluna espera que isso realmente seja passado – ameaçado de ser cortado ao meio pelo Arco Rodoviário. A denúncia foi feita por este MM e motivou reação do governador fluminense, que prometeu que o projeto não seria interrompido.

Interdição
Com o mote “Eu Quero a Conferência de Comunicação”, a Comissão Pró-Conferência de Comunicação do Estado do Rio de Janeiro realiza, nesta quarta-feira, ao meio-dia, manifestação político-cultural na Cinelândia, no Centro do Rio, para cobrar uma solução imediata para acabar com o impasse que ameaça a realização da Conferência Nacional de Comunicação, na primeira semana de dezembro.
Segundo os organizadores do ato, a tentativa dos empresários da área de comunicação de vetar da pauta do evento assuntos incômodos, como o debate sobre as atuais concessões de radiodifusão, têm emperrado o processo. Com isso, até agora, o regimento da Conferência, base para as definições das etapas estaduais e regionais, não foi aprovado.

Artigo anteriorCrescimento para os lados
Próximo artigoO Sarney verde
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

Desigualdade, Big Tech e EUA são maiores ameaças à democracia

7 em 10 chineses avaliam que seu país vai bem na questão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.

Dia começando ruim nos mercados globais

Ontem, os mercados abertos na parte da tarde desaceleraram, com o Dow Jones fechando em queda de 0,10%.