Mulheres lideram controle do orçamento familiar no atual momento de crise

As mulheres saem na frente no controle do orçamento familiar em tempos de crise. Elas se consideram mais atentas às oportunidades de preços e ofertas, admitindo que a crise as fez repensar gastos ou despesas desnecessárias. É o que aponta a pesquisa Mulheres driblando a crise, realizada pela Officina Sophia Retail junto a 500 consumidoras.
– Essa liderança nas mudanças do orçamento familiar já tinha sido apontada em outra pesquisa realizada por nós no final de 2015. Agora os resultados comprovam essa transformação por conta da crise no país e seu reflexo nos lares brasileiros – afirma Valéria Rodrigues, presidente da Officina Sophia Retail.
Segundo a pesquisa, 86% afirmam que a crise as fez repensar gastos ou despesas desnecessárias; 87% acreditam que ficaram mais esperta e atenta às oportunidades de preço e ofertas; 85% acreditam que a crise as transformam em consumidora mais consciente desistindo de compras desnecessárias; 76% afirmam que se transformaram em uma consumidora mais consciente reciclando e reaproveitando produtos e objetos; e 77% acreditam que a crise está sendo uma ótima oportunidade para ensinar os filhos sobre educação financeira.
As transformações por conta da crise fizeram surgir também diferentes perfis de compradoras de supermercado, segundo identificou Valéria Rodrigues entre as entrevistadas. Conheça os quatro tipos classificados: compra esperta (59%) – é a mulher que procura comprar as marcas em que confia e está habituada, desde que estejam com desconto ou em promoção; cinto apertado (23%): compra sempre as marcas mais baratas, não se preocupa em adquirir as líderes; fiéis a qualquer custo (11%), adquire sempre as mesmas marcas em que confia e já está habituada. Não se preocupa em comparar preços com outras marcas; e sem estresse (7%), está interessada apenas em ter algo novo, pouco preocupada com o preço.
A menor fidelidade acontece também nas lojas, com 62% visitando mais de uma loja nas compras de supermercados, e 55% comprando roupas e calçados somente em promoções.
Menos fiéis a lojas e marcas, as consumidoras não devem mudar suas atitudes de compra tão cedo, pois 45% acreditam que estamos no momento mais crítico da crise, e outros 45% pensam que o pior ainda está por vir. Para 10% o pior já passou.
O estudo elaborado pela Officina Sophia Retail teve 500 entrevistas online com a utilização de Painel ECGlobal, com mulheres, acima dos 18 anos, das classes A, B e C.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

BR do Mar tira empregos e financiamento do Brasil

Senado reduz tripulação mínima brasileira para apenas 1/3; abertura na cabotagem não tem precedentes no mundo.

Plenário do Senado derruba esquema de securitização

Sistema desviava impostos pagos pela sociedade para garantir títulos financeiros.

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...