Mulheres respondem por apenas 6,3% dos acidentes de trânsito em SP

Levantamento aponta ainda que das 91,5 mil CNHs suspensas só 26% pertencem às mulheres.

Dados do Infosiga SP apontam que somente 6,3% dos casos de acidentes registrados entre janeiro e agosto de 2020, envolvem mulheres na direção, um percentual 16 vezes menor do que o número de acidentes com homens ao volante. As condutoras do sexo feminino representam 40% dos motoristas de todo o estado, um total de cerca de 26 milhões de condutores.

A prudência no trânsito é demonstrada também por meio do perfil dos condutores com habilitações suspensas. Das 91,5 mil CNHs suspensas entre janeiro, fevereiro e março de 2020 no Estado de São Paulo, apenas 26% pertencem às mulheres. Já em relação ao número de acidentes com vítimas fatais nos oito meses deste ano, a tendência se confirma: o sexo feminino responde por apenas 15,5% do total, frente a 84,5% de homens.

Outro dado importante é que na maioria dos casos fatais registrados, as mulheres não estavam na direção do veículo: 39,4% eram passageiras e 31,9% pedestres.

Para o presidente do Detran, Ernesto Mascellani Neto, “as mulheres são muito mais cautelosas no trânsito, o que é uma importante notícia, já que elas representam 40% dos motoristas de todo o Estado. Mas reduzir o número de acidentes, que em sua maioria são motivados por falha humana, é vital para o Detran.SP. Por isso seguimos investindo em ações e campanhas educativas para todos os motoristas, independentemente do gênero”.

O Programa da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo e coordenado pelo Detran.SP, o Respeito à Vida atua como articulador de ações com foco na redução de acidentes de trânsito. Atualmente, 304 cidades são parceiras do programa e R$ 190 milhões em recursos provenientes de multas do Detran.SP beneficiam 96% da população.

Artigos Relacionados

Em um ano, SP teve alta de 47% em roubo de celulares

Só na capital, aumento dos roubos foi de 22%, passando de 6.161 em 2020 para 7.541 em maio deste ano.

São Paulo privatiza 22 aeroportos

Em leilão ontem, dois blocos de aeroportos do interior paulista foram concedidos à iniciativa privada por 30 anos.

São Paulo sanciona regionalização do saneamento

Com foco na universalização dos serviços de água e esgoto até 2033, estado terá quatro blocos regionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

EUA: 3,5 milhões de despejos

Mais de 3,5 milhões de norte-americanos estão ameaçadas de despejo poucos dias após o término da prorrogação da medida de proteção aos inquilinos inadimplentes...

STF dá prazo para Bolsonaro explicar bloqueio de jornalistas

O presidente da República terá 10 dias para explicar o bloqueio de jornalistas em seu perfil no Twitter. O prazo foi estipulado pela vice-presidente...

Bolsonaro descarta tributar grandes fortunas

A possibilidade de instituir imposto sobre grandes fortunas, tabelamento de preços ou aumento de carga tributária no Brasil foi descartada nesta segunda-feira pelo Jair...

Só 3,5% das empresas têm mulheres como CEO

BR Rating ouviu 486, sendo 57% de capital nacional e 43% multinacionais Apenas 3,5% das corporações têm mulheres atuando como CEOs, uma prova de que...

Brasil pode ser principal player para investimentos verdes

“Atualmente, estima-se R$ 30 bilhões em gestão de títulos verdes no país, com grande potencial de crescimento, frente a US$ 1 trilhão de recursos...