Multis adoram protecionismo

Na contramão dos dogmas liberalizantes, a Rússia tem feito de tarifas elevadas para importação de eletrodomésticos sua principal estratégia para atrair multinacionais do setor para se instalarem naquele país. A estratégia tem dado certo. É o caso da coreana LG Electronics, que prevê produzir, já a partir de 2006, 4 milhões de aparelhos por ano, entre geladeiras, máquinas de lavar roupa, televisores e equipamentos áudio e vídeo. Também já desembarcaram na Rússia, a italiana Indesit Company, a turca Vestel e o consórcio alemão Bosch und Siemens Hausgerate.
Para o chefe da associação setorial Ratek, Aleksandr Pliatsevoi, a principal razão do interesse dos grupos estrangeiro são as altas tarifas de importação, que tornam atraente a produção na Rússia, garantindo o crescimento anual de 25% das vendas.

Ilusão
Em entrevista à agência Carta Maior, o provável candidato do PT ao governo do Rio, Vladimir Palmeira foi taxativo: “O antigo PT não existe e não voltará”. Identificado justamente com o antigo partido – aquele que combatia o FMI, os juros altos e o desemprego – resta saber o que Palmeira vai representar no cenário atual. Em 1998, ele foi afastado da disputa pelo governo estadual pela corrente majoritária do PT, que flerta agora com o neoliberalismo. Palmeira adota um discurso menos radical. Segundo ele, não faz sentido dizer que apóia o governo e discorda da política econômica. Revela, porém, que diverge de alguns pontos da receita palocciana, como os altos juros e a rigidez fiscal – ou seja, da essência da política que diz defender.
Vladimir Palmeira acha que pode aglutinar em torno de si os militantes desiludidos com os rumos do atual PT. Resta saber a postura dos petistas frente a essa tentativa de resgatar uma imagem que o próprio candidato diz que não mais voltará.

Sem-teto
A União dos Movimentos de Moradia da Grande São Paulo e Interior realizará até domingo o 9º Encontro Estadual de Moradia Popular, em Suzano (SP). Na pauta, os impactos que a política de superávit primário para pagar juros tem sobre o setor de habitação.

Reciclagem
A nova Lei de Falências será explicada hoje aos funcionários do BNDES pelo advogado Jorge Lobo. A palestra fará parte do seminário sobre o assunto, que abordará ainda habilitação de créditos, quadro geral dos credores, alterações no Código Tributário Nacional, entre outros.

Pela rede
O Ibmec São Paulo conquistou o título Referência Nacional do Prêmio E-Learning Brasil 2005, na primeira etapa da premiação. No ano passado, as vendas de cursos de ensino à distância da instituição triplicaram e a meta para 2005 é manter o crescimento. O Ibmec concorre ao grande prêmio com a Fundação Bradesco, na categoria acadêmica.

Heresia
Em recente programas eleitorais, o prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), considerou conveniente lembrar sua condição de perseguido pela ditadura instalada no país em 1964. Por isso, para manter coerência com esse discurso precisa reavaliar suas companhias. Ontem, por exemplo, ao participar da reunião do Comitê Executivo da Internacional Democrática de Centro (IDC), em Copacabana, Cesar viu-se cercado, entre outros, pelo presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), e pelo presidente da IDC, José Maria Aznar, ex-primeiro ministro da Espanha. O primeiro, conhecido apoiador do golpe de 64; e o segundo, herdeiro do franquismo e raro apoiador da invasão do Iraque pelo governo Bush, desautorizam o discurso de Cesar.

Desperdício
Anda sobrando dinheiro no Sest/Senat, entidades do setor de transportes sustentadas pelo dinheiro compulsoriamente recolhido pelas empresas do setor. A dupla está distribuindo, para companhias que não dispõem de um único motorista, dezenas de cartazes com os serviços que as entidades oferecem.

Artigo anteriorRepública velha
Próximo artigoObjetivo único
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ANS determina que planos cubram novos remédios, exames e cirurgias

Novos exames e tratamentos passaram a fazer parte da lista obrigatória de assistência, que deverá ser observada a partir de abril.

Ibovespa futuro sobe no momento, mas com muita cautela

No exterior, Bolsas globais recuam em meio a preocupações com a inflação nos EUA.

IPC-S sobe em seis capitais brasileiras em fevereiro

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na...

Trava política impede recuperação mais forte

Nesta segunda, mercados aqui foram na mesma direção do exterior em recuperação, mas sem mostrar maior tração. 

Sony deixará de vender áudio e vídeo no Brasil

Multinacional japonesa venderá aqui apenas consoles de games importados.