Na Justiça

O juiz substituto da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Clovis Barbosa de Siqueira, enviou, no fim da semana passada, o inquérito 1.879 ao Supremo Tribunal Federal (STF). Nele, o Ministério Público Federal requer a abertura de processo contra o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), o deputado federal José Roberto Arruda (PFL-DF) e a ex-diretora do Prodasen, Regina Célia Peres Borges. Tudo ainda por conta do escândalo da violação do painel de votações do Senado. ACM e Arruda renunciaram ao mandato para escapar do pedido de cassação do mandato.

Alca
Circula na Internet um texto atribuído à Coordenação Nacional da Campanha Contra a Alca que manifesta preocupação quanto à entrega, até o próximo dia 15, das propostas e ofertas do governo brasileiro sobre indústria, agricultura e serviços, dando continuidade às negociações para implantação da Área de Livre Comércio das Américas. Para pressionar pelo adiamento do prazo, a coordenação sugere um modelo de carta a ser enviada por correio eletrônico para o presidente Lula e os presidentes do Senado e da Câmara, José Sarney (PMDB-AP) e João Paulo Cunha (PT-SP), além dos ministros José Dirceu (da Casa Civil) e Celso Amorim (das Relações Exteriores). Em síntese, pedem mais debate com a sociedade, que ano passado, em plebiscito com participação de 10 milhões de brasileiros, rejeitou o acordo e aprovou a saída do Brasil das negociações.

Migração
O roubo de cargas no Estado de São Paulo caiu 7,65% em 2002 na comparação com o ano anterior. Segundo o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (Setcesp), ano passado, foram registrados 2.450 casos, com média mensal de 204,17 roubos. A redução, no entanto, teve como corolário o aumento de roubos e seqüestros de executivos. Em função dessa mudança de “foco” dos marginais, o perfil dos clientes das empresas especializadas em rastreamento de veículos também se modificou. Antes a grande maioria dos serviços era prestado para veículos de frota. Em 2002, porém, 45% foram para particulares, em sua maioria, executivos de empresas nacionais e multinacionais, que usam carros importados, moram em regiões nobres da cidade de São Paulo e têm filhos matriculados nas melhores escolas particulares.

Tabelinha
O artilheiro Romário ainda não estreou no campeonato de futebol do Rio de Janeiro, mas está tendo uma grande atuação fora das quatro linhas, ajudando a tricolor Rosinha Garotinho. Junto com a governadora, o craque participa do lançamento da retomada do Cheque Cidadão. O programa ficou paralisado em janeiro para uma reavaliação de critérios e recadastramento dos beneficiários, que terão que cumprir novas exigências para poder receber o dinheiro.

Radiação
O ex-governador Leonel Brizola, embora reconheça que “Lula tem o direito de nos pedir calma, pois ainda está no início de governo”, criticou a manutenção da política econômica do governo FHC. “O que nos alertou foram as nomeações de gente afinada com o governo anterior. Nossa postura era de apoio irrestrito, agora nem tanto. Devemos apoiar sem participar, embora, pessoalmente, qualquer filiado do PDT possa aceitar participar do governo”, disse. “Estamos estudando os rumos que este governo está tomando, pois estranhamos nosso isolamento até agora. Nosso partido funciona como um contador geiger da política: onde estamos, é lá que a esquerda se encontra. Geralmente, quem não gosta de nós está contaminado por radiação”, comparou.

Bala na agulha
A cruzada contra déficit público primário empreendida pelo ministro da Fazenda, Antônio Palocci, para garantir o pagamento da salgada conta de juros acaba de sofrer um duro baque. Em decisão tomada no início deste mês, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os policiais civis dos antigos territórios extintos têm direito às mesmas   gratificações pagas pela União aos policiais federais. A decisão foi por unanimidade.

Assalto na Transpetro
Cinco bandidos, portando armamento pesado, invadiram o terminal da Transpetro em São Caetano do Sul (SP), renderam todos os funcionários e roubaram dois caixas eletrônicos e cinco microcomputadores. A investida ocorreu ontem às 2 horas da madrugada e a polícia não tem pistas. A subsidiária da Petrobras criou comissão interna para apurar se houve facilidades, porque não houve vítimas nem agressões.

Artigo anteriorEvasão
Próximo artigoFama
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

MPEs veem oportunidades geradas pela crise

Principal mudança foi alocação de recursos para trabalhar e atender remoto, seguida por investimentos em tecnologia para vendas não presenciais.

Mudança de sinais

Terça começou tensa para os mercados de risco no mundo; hoje, a expectativa para o dia é de Bovespa seguindo em recuperação.

Quatro conselheiros da Petrobras decidem deixar o cargo

Eles são representantes da União no Conselho da empresa, petrolífera divulgou nota ontem à noite.

Biden quer estados priorizando vacinação de professores

Presidente americano pediu que educadores recebam pelo menos uma dose de vacina.

PEC fiscal e lockdown ficam no radar em dia de PIB

Em Nova Iorque, as pressões dos treasuries e a queda das companhias de tecnologia tiveram forte impacto nas Bolsas.