Nação brasileira

Em entrevista ao IHU Online, mês passado, o decano Carlos Lessa falou sobre o candidato republicano Donald Trump: “Dialeticamente pode ser que a vitória do Trump favoreça o Brasil no sentido de pensarmos de novo mais a nação brasileira, porque a vitória do Trump colocará a nação dos Estados Unidos em pauta como uma força muito grande. Eu não acho que a vitória do Trump, se acontecer, será qualquer catástrofe, acredito que não haverá guerra mundial com ele; o Estado norte-americano é suficientemente inteligente para impedir uma coisa dessas. No entanto, creio que o nacionalismo norte-americano será politicamente uma diversão ‘redominante’ e rearticulada do mundo.”

Antigamente havia uma expressão chamada ‘visita da saúde’, ou seja, quando um moribundo está péssimo, poucos dias antes do falecimento, apresenta uma melhoria. Os Estados Unidos não estão moribundos”, prossegue Lessa, mas estão tendo uma ‘visita da saúde’ do velho espírito norte-americano com Trump. Para nós, isso é hostil, mas a hostilidade fará com que tenhamos consciência da importância de reforçar os laços com nossos irmãos sul-americanos e africanos. Tenho a impressão de que os dados geopolíticos do mundo se modificarão muito, e o Brasil pode ter brechas aí.”

Presos na ideologia

Enquanto o governo interino embarca de corpo e alma nas privatizações e concessões, o Grande Irmão do Norte, liberal, mas pragmático, vai deixar de usar penitenciárias privadas. Motivos: são mais inseguras que as públicas, têm menos recursos e são ineficientes em termos de custos.

O Departamento de Justiça norte-americano anunciou na quinta-feira que, após extensa investigação, decidiu não renovar o uso de 14 prisões particulares. Foram relatados casos crescentes de violência. Após a decisão, houve profundo declínio nos valores das ações das maiores penitenciárias dos EUA – sim, elas lnçaram papéis nas bolsas.

Prateleira

Beijing destinou 18 milhões de iuanes (R$ 8,5 milhões) este ano para apoiar livrarias físicas, atingidas pelo crescimento de e-books e lojas online. O plano é financiar 70 estabelecimentos em 2016, através de serviços de compra ou subsídios. O valor máximo para cada uma é de 1 milhão de iuanes (R$ 450 mil). O projeto durará cinco anos. A capital chinesa tem 5 mil livrarias.

Prêmio da Contabilidade

Em 28 e 29 de outubro, durante o VII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade (AdCont 2016), o Conselho Regional de Contabilidade do Rio (CRCRJ) oferecerá duas premiações: o XVII Prêmio Contador Geraldo de La Rocque e o VI Prêmio Contador Américo Matheus Florentino. Ambos oferecem aos cinco primeiros classificados até R$ 5 mil reais.

O XVII Prêmio Contador Geraldo de La Rocque é voltado aos trabalhos realizados por profissionais da contabilidade (pelo menos um autor deverá possuir registro regular em CRC), com abrangência nacional. Já o VI Prêmio Contador Américo Matheus Florentino certifica os alunos de graduação em Ciências Contábeis de instituições sediadas no estado do Rio de Janeiro. Os trabalhos devem ser enviados com formatação de artigo completo até 17 de agosto, pelo portal da AdCont.

Ônibus higiênico

Em setembro, durante a Transports Publics 2016, em Paris, será apresentado o primeiro ônibus do mundo com corrimãos e balaústres feitos de cobre antimicrobiano do mundo. O veículo circula pela Polônia. O uso do metal, segundo a Agência de Proteção Ambiental dos EUA, elimina 99,9 % dos germes, bactérias e vírus.

Rápidas

O Secovi-SP recebe dia 12, para reunião-almoço com associados da entidade, o atual prefeito de São Paulo e candidato à reeleição pelo PT, Fernando Haddad *** Questões de interesse de franqueados serão debatidas na palestra “Fundo de Propaganda e Marketing – Estruturação e Gestão”, com a especialista em Direito Civil e Comercial Andrea Oricchio, durante o evento mensal da Associação Brasileira de Franchising (ABF Rio) Café com Franquia, que será realizado na manhã do próximo dia 30, na sede da entidade. Mais informações: www.abfrj.com.br *** O Conselho de Administração da Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag) tem novo presidente: Leonardo Fiuza, com mais de 25 anos de atuação no setor *** A RG LOG abriu filial em Araraquara (SP), próxima da rodovia Washington Luís, com pátio de 5 mil m². A unidade vai gerar 250 empregos e um aumento de 30% no faturamento da marca *** A Esthetic Aligner realiza neste sábado curso para credenciamento que habilita, capacita e qualifica o cirurgião dentista para trabalhar com os alinhadores estéticos (aparelhos dentários invisíveis). Inscrições: (11) 4994-6641 *** No próximo dia 25, a Studio Law fará em São Paulo uma oficina sobre oportunidades de discussões judiciais em matéria de créditos tributários, com ênfase nas verbas indenizatórias como base de cálculo do INSS. Detalhes em http://grupostudio.com.br/workshop/studiolaw/ *** O Café com Franquia debate “Fundo de Propaganda e Marketing – Estruturação e Gestão”, no próximo dia 30. Mais informações: www.abfrj.com.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.