25.1 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 17, 2021

Nas mãos do Tio Sam

Os defensores da privatização das telecomunicações acrescentam mais um débito ao seu já extenso passivo. Além de preços astronômicos para serviços de péssima qualidade, que transformam as siglas 3G e 4G em peças de ficção no Brasil, o país vê, agora, com as denúncias de Edward Snowden sobre espionagem, política, economia e estratégias, entre outros pontos do inelástico conceito de defesa dos interesses dos Estados Unidos, a materialização mais pedagógica dos conceitos de estratégia e soberania nacional.
Tucanos e sua área de influência defensores do modelo, e petistas que o mantiveram acriticamente, não podem alegar receio de “grampos” para não abrir o bico em público sobre o tema.

Ausente das manchetes
Leitor da coluna pergunta por que a oposição anda tão calada sobre a espionagem. Uma olhada na data até quando a rendição à espionagem norte-americana comprovadamente ocorreu – 2012 – para entender o motivo. Foi no Governo FH que as portas estiveram escancaradas aos súditos do ocupante da Casa Branca.
Mas, em exercício de futurologia nem tão complicado, pode-se imaginar as manchetes dos “jornalões” caso se descubra que a rendição se manteve após 2003: “Espionagem continuou no Governo Lula”!

Procel
Criar um fórum que reúna as agências governamentais responsáveis pela regulamentação de programas de etiquetagem e organismos de normalização é o objetivo do Seminário Internacional de Programas de Etiquetagem para Eficiência Energética na América Latina e no Caribe, que reunirá representantes de 17 países nos próximos dias 10 e 11, em Petrópolis, RJ. O Brasil é líder na área, com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) coordenado pelo Inmetro. Representantes da Europa e dos Estados Unidos mostrarão planos de conservação de energia em suas regiões.

Sem folga
O Detran do Rio vai abrir no próximo domingo os seus 12 postos de vistoria localizados na Capital. Serão mais 3,5 mil vagas para vistoria anual e transferência de propriedade. Os postos funcionarão das 7h às 18h. Os serviços devem ser marcados através de telefone ou no site do órgão.

Debates cariocas
Tribunais de Contas do Rio (do estado e da Capital) realizam nesta quarta-feira o seminário Tardes do Saber. O Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-RJ) apresentará o tema “Projeto Básico: Delimitação, Controle e Efetividade”, às 14h. O evento será no Auditório do Espaço Cultural Humberto Braga, no TCE-RJ (Praça da República, 54/56, Centro).

Brasiiillll
Uma bela foto em 360° do Maracanã na final da Copa das Confederações pode ser acessada em http://t.co/AgUTn8Rm0P. Produzida pela empresa portuguesa Digisfera, especializada em imagens panorâmicas em alta definição e desenvolvimento de software para a área da fotografia, a imagem utilizou 384 fotos. Quem esteve no estádio pode se identificar na fotografia  e adicionando marcações para partilhar nas redes sociais.

Palpite triplo
O que será mais escandaloso: o Governo do Rio ter sete helicópteros à disposição da tropa de Sérgio Cabral; o governador usar o transporte aéreo para ir passar o fim de semana na sua luxuosa casa de praia (vizinha à mansão de Fernando Cavendish, da Delta, denuncia o vereador Cesar Maia); ou Cabral Filho usar o brinquedinho para o trajeto de menos de 10km (se utilizadas as esburacadas ruas à disposição dos mortais menos aquinhoados) para ir de casa, no Leblon, até o Palácio Guanabara?

Desce
A Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) divulgará no próximo dia 17 a revisão de sua projeção para o saldo da balança comercial em 2013. Fontes da AEB ouvidas por esta coluna não anteciparam os números, mas adiantaram que a revisão será para baixo.
 

Artigo anteriorPaís primário
Próximo artigoElitização do futebol
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.