Nem Dionísio

O dado é quase uma redundância em meio ao cipoal de estatísticas negativas da crise na região, mas ajuda a eliminar qualquer ilusão sobre a tese de que políticas recessivas vão levar à recuperação da Europa e, mais importante para essa corrente, garantir o pagamento sagrado aos credores. Em fevereiro, as vendas do comércio na Grécia desmoronaram 11,8% em relação ao mesmo mês de 2011. A situação pode ser ainda pior, por não considerar as vendas de combustível. Ou seja, mantida a política do FMI e da União Européia, nem Dionísio, o deus da ilusão e do êxtase, garantiria o milagre do crescimento.

Para todos
O secretário de Comunicação do PT, deputado federal André Vargas (PR) defendeu que os meios de comunicação, que venham a ter expostas suas relações com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, não podem ser poupados das investigações da CPI do Cachoeira: “Se um deputado ou senador tem de responder por associação com o crime organizado, uma empresa de comunicação social também deve”, compara Vargas, em entrevista ao portal Carta Maior.

Descompasso
O secretário de Comunicação do PT, porém, admite haver um descompasso entre as bandeiras históricas do PT para de democratização da comunicação e a política praticada pelo governo Dilma. Ele insiste, porém, que a presidenta Dilma enfrentará a alta concentração dos meios de comunicação no Brasil, a exemplo do que vem fazendo com os juros bancários, porque, na avaliação de Vargas, “possui mais condições efetivas de fazê-lo” do que o ex-presidente Lula. Para o deputado, a CPI do Cachoeira ajudará a deslanchar o debate sobre os meios de comunicação no país: “A dinâmica dos fatos estabelece uma ligação a ser esclarecida entre a “fábrica de crises” que a grande imprensa utiliza sistematicamente, principalmente no período em que o PT está no poder”, prevê.

Alguma coisa
Vargas aponta como um sinal de avanço das administrações petistas o fato de os veículos de mídia que recebiam publicidade oficial terem saltado de 500 para cerca de 8 mil: Já é alguma coisa”, celebra o secretário de Comunicação do PT, acrescentando que “gostaria que se fizesse muito mais”.

Público&privado
Ex-presidente da Fundação Padre Anchieta (FPA), mantenedora da TV Cultura, Jorge Cunha Lima qualificou como “um equívoco a programação voltada à audiência, e não à missão de TV pública”. A afirmação foi feita em entrevista ao Correio da Cidadania. Lima, que ainda integra o Conselho Curador da FPA, observa que a primeira opção implica impor o entretenimento em vez de fazer uma televisão que colabore com a “formação crítica do telespectador”, que, observa, é “a verdadeira missão da TV Pública”.

Ferramenta
A partir desta quinta-feira, a Junta Comercial do Rio de Janeiro oferece o requerimento eletrônico de constituição, que visa a agilizar o processo de constituição de pessoas jurídicas, ajudando a economizar tempo e dinheiro para quem quiser abrir seu próprio negócio. Com o requerimento eletrônico, o profissional não precisará se deslocar até o órgão para constituição de pessoa jurídica de um cliente em outra cidade do Estado do Rio, podendo fazer todo o processo por internet. A presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Márcia Tavares, lembra que os profissionais de contabilidade têm de lidar  com cerca de 50 obrigações acessórias e que, em caso de problema com uma delas, as multas as demais penalidades podem chegar a R$ 5 mil.

Poder da imagem
As fotos das mordomias do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), em Paris, acompanhado do dono da Delta, Fernando Cavendish, que achou por bem se afastar do cargo às vésperas do início da CPI do Cachoeira, são tão poderosas que foram capazes de romper a blindagem nível 6 destinada a Cabral pelas Organizações Globo. A ser verdade, como circula na Internet, que Cavendish teria sido o autor do vazamento das imagens, está aí um bom ponto a ser explorado pela CPI.

Subindo
A semana começa com o dólar, pela primeira vez desde setembro passado, voltando a fechar a R$ 1,90 no câmbio comercial. A escalada da divisa dos Estados Unidos, que chegou ao patamar de R$ 1,60 no primeiro semestre do ano passado, é fruto da combinação do aumento do IOF sobre o capital especulativo e, principalmente, pela aceleração da remessa de capitais para matrizes às voltas com reduções drásticas dos lucros.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSob vigilância
Próximo artigoSaúde&doença

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

SUS gastou R$ 3 bi com acidentes de trânsito em 10 anos

O Brasil registrou 27.839 indenizações pagas por acidente de trânsito com vítimas fatais entre janeiro e outubro de 2020. Os números mostram que, a...

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...

Atlantic Bank aporta R$ 3 milhões em hub com 48 fintechs

Público-alvo são empresas que desejam verticalizar suas receitas no setor financeiro.

‘Melhores do Seguro e Resseguro’

Na próxima terça-feira (26), às 18 horas, a Revista Insurance Corp irá transmitir em seu canal no Youtube o prêmio "Melhores do Seguro e...