Neoudenismo

Do secretário de Relações Internacionais, Marco Aurélio Garcia, diante de jornalistas tucanos que cobravam apoio do PT ao candidato do PV à Prefeitura do Rio, Fernando Gabeira, que conta com o PSDB em sua coligação: “Para mim, Gabeira é um novo Lacerda.” Diante do espanto dos jornalistas, que alegaram que a única semelhança possível entre ambos poderia ser “o passado radical comum”, Garcia, ironicamente, só aduziu: “Pois é…”

Sem oposição era fácil
A fracassada empreitada da dupla Aécio Neves/Fernando Pimentel para emplacar um candidato do condomínio PT/PSDB ajuda a desmistificar a fábula da popularidade do tucano que governa Minas Gerais. Na verdade, mais do que popular, Aécio, até então, mostrara-se hábil para remover adversários verdadeiramente competitivos das eleições de que participou. Como os supostos adversários, como o ex-presidente Itamar Franco e o dócil PT local, sempre colaboraram com o “projeto Aécio”, era relativamente fácil vencer eleições no primeiro turno e com alto índice de votos válidos. Bastou, porém, ter adversários com alguma estrutura, para a popularidade de Aécio voltar a seu real patamar.

Quântica
Este mês, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) abre as portas de seu Laboratório Didático a professores e estudantes de ensino médio. O objetivo da iniciativa é consolidar, por meio de experimentos interativos, conceitos de física moderna e contribuir para a formação científica de jovens estudantes de física. Graças aos princípios e aplicações da mecânica quântica e da teoria da relatividade, inúmeros bens tecnológicos foram desenvolvidos (GPS, laser, transistor, scanners, tomografia etc.).

“Dupro” crime
Além de irresponsáveis e mal-intencionados, os hackers que se divertem disseminando vírus através de mensagens de correio eletrônico cometem também outro tipo de crime, tão ou mais hediondo: o assassinato da língua portuguesa. Um desses spams mais corriqueiros na Internet começa assim: “Comfidéncial: Oi olha: me desculpe por min meter em sua vida…”

Urnas e mídia
Só um critério muito elástico, difícil de explicar pelos padrões apenas jornalísticos, poderia permitir a inclusão do governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, entre os vencedores das eleições municipais. Ao ver o número de prefeituras de seu PMDB minguar e ser derrotado nas principais cidades da Região Metropolitana, Cabral só mantém esperanças – cada vez mais ameaçadas – de vencer no segundo turno na Capital.

Marca
Apesar do magro resultado eleitoral do seu candidato a prefeito do Rio, deputado Chico Alencar, o PSOL comemora um feito na sua estréia nas urnas em pleito municipal. A legenda do partido foi a quarta mais lembrada para vereador: 28.224 votos, atrás apenas de PMDB (108.980), PRB (57.738) e PT (54.434), superando partidos já estabelecidos, como DEM, PSDB, PPS, PDT, PP e PSB. Numa eleição marcada pela despolitização, não deixa de ser um pequeno alento o registro da existência de eleitores que ainda se movem pelas idéias dos partidos.

Natal
Para a realização da Campanha Natal Permanente da LBV (“Jesus, o Pão Nosso de cada dia”), na cidade do Rio de Janeiro, diversos artistas se unirão para participar de uma sessão de fotos e da gravação de um videoclipe, nesta quarta. O padrinho da campanha é o diretor global Jorge Fernando. Participarão também esportistas como Virna e Nalbert, do vôlei, e os ginastas Daniele e Diego Hipólito. A finalidade é incentivar a sociedade a doar alimentos não-perecíveis, os quais serão distribuídos em cestas a milhares de famílias.

Termômetro – 1
Os principais anunciantes da Globo Internacional, nos últimos dias, têm sido empresas especializadas em mudanças dos Estados Unidos para o Brasil.

Termômetro – 2
Os boatos no mercado norte-americano dão contra de que um “bancão” não verá Papai Noel.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesalento
Próximo artigoSem pára-quedas

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.