Ninguém merece

“Sou um comunista em relação ao PT”, tripudia Paulo Maluf (PP), em entrevista ao jornal Folha de Pernambuco. Maluf vai além: “O PT faz um governo defensor dos banqueiros.” Para deixar bem claro, o eterno candidato pisoteia: “As diferenças ideológicas que existiam entre mim e o PT hoje não existem, porque o maior defensor dos juros e impostos altos é exatamente o PT, que está fazendo um jogo muito à direita do que eu faria se tivesse sido eleito presidente da República.”

Novos rumos?
A proposta do presidente da Argentina, Néstor Kirchner, de que seu país, Brasil e Venezuela negociem conjuntamente com o Fundo Monetário Internacional (FMI) recebeu o apoio do presidente da Comissão do Mercosul do Congresso brasileiro, deputado federal Doutor Rosinha (PT-PR): “Entramos no século XXI com uma grave crise econômica e sérios problemas sociais. Enfrentar em bloco a questão da dívida é muito positivo. Juntos e organizados, os países têm mais força nas negociações. Espero apenas que a vontade política dos presidentes não seja obstruída pela burocracia dos negociadores”,  ressalta Doutor Rosinha, que esteve em Montevidéu, para acompanhar a posse do novo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez.

Energia latina
O parlamentar salienta ainda a importância do acordo fechado entre os três países para ações integradas nos setores de petróleo, indústria naval e aeroespacial: “A aproximação de duas empresas estatais como a Petrobras e a PDVSA pode influenciar a política do petróleo no mundo. Se a Bolívia se somar a este esforço, com suas reservas de gás natural, o bloco sul-americano pode disputar os rumos da política energética mundial”, comemora o presidente da Comissão do Mercosul, saudando ainda a vitoriosa reestruturação da dívida argentina, lamentando apenas que não tenha sido estendida aos débitos com o FMI

Saco sem fundo
Durante a reunião com e Kirchner e o presidente Lula, no Uruguai, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, contou que seu país, há cinco anos, devia US$ 25 bilhões ao FMI. De lá para cá, já pagou US$ 25 bilhões, mas, apesar disso, o débito com o fundo quase não saiu do lugar: hoje soma US$ 24 bilhões.

Chapéu alheio
A população fluminense apóia e conhece os programas sociais do governo, mas não sabe quem os realiza. Esta é uma das conclusões de pesquisa realizada com 10 mil cidadãos pelo sistema Fala Cidadão, da Ouvidoria do Governo do Estado do Rio. Além da confusão sobre o autor do programa – se município, estado ou União – a pesquisa também mostrou que não conhece os programas de desenvolvimento econômico na mesma proporção que conhece os programas sociais. Segundo o secretário Chefe de Gabinete, Fernando Peregrino, apenas 37,2% dos moradores da Baixada Fluminense conhecem o Programa Pólo Gás-químico, um investimento de mais de US$ 1 bilhão na região, já com seis empresas instaladas. Já o programa social Farmácia Popular é conhecido por 90,5% dos entrevistados.

Limite
Até que ponto o direito da sociedade à informação pode interferir na privacidade das pessoas? Esta é a discussão proposta pelo II Encontro Regional sobre Liberdade de Imprensa, que a Associação Nacional de Jornais – ANJ realiza nesta segunda-feira em Fortaleza, com o apoio da Unesco.

Petróleo em debate
O diretor da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet) Fernando Siqueira e o ex-vice-presidente da entidade Argemiro Pertence participam, neste sábado, às 10h, na sede da Fundação Alberto Pasqualini, na Praça Tiradentes, no Rio, do debate “A Lei do Petróleo, Conjuntura Internacional e Ação Direta de Inconstitucionalidade”. Promovido pelo PDT, o evento faz parte do esforço do partido para atualizar a plataforma de governo para 2006. O programa atual data de 1994, quando Brizola disputou a Presidência da República.

Artigo anteriorResponsável
Próximo artigoMediocridade premiada
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Objetos do Coração ajuda o Pró Criança Cardíaca

E-commerce que vende objetos para casa e decoração exclusivamente em formato ou com estampa de coração vai doar 10% da venda de produtos selecionados...

Empresa Fácil oferece estudo de viabilidade a novos empreendedores  

Sistema permite a emissão do Alvará Provisório em 24h.

Fatores comportamentais podem influenciar nos acidentes de trabalho

Psicóloga e uma assistente social e também técnica de segurança do trabalho criaram o jogo Conversa Segura.

Reclamações sobre serviços de telecom caem 28,4% em maio

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 28,4% em maio de 2021 na comparação com maio do ano passado, segundo...

EMS explica faturamento com o ‘kit Covid’

farmacêutica brasileira EMS informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que faturou R$ 142 milhões com medicamentos do kit Covid-19 em 2020,...