“Nonsense”

As agências de classificação de risco, embora igualmente desautorizadas do exercício de suas funções pela crise, continuam a dar seus pitacos sobre economia. Algumas, como a Standard&Poor”s (S&P), até se permitem produzir relatórios de fundo ideológico – como o em que aconselha países da América Latina a perseverarem nas desastrosas políticas de garroteamento do Estado – apresentados como análise econômica. Antes disso, a exemplo das suas congêneres, deveria explicar – e quiçá indenizar – investidores incautos, que, baseados nesse tipo de análise, entubaram-se de papéis de empresas “AAA”.

Risco do risco
Corolário emblemático da crise, o noticiário televisivo deixou de informar o número relativo ao “risco Brasil”. Fruto da mente imaginosa dos sábios do J.P. Morgan, o indicador permitia a seus criadores operarem o mercado financeiro brasileiro, debaixo do aplauso e do reconhecimento da mídia tupiniquim. Sua aposentadoria, compulsória, deve-se à singular situação de risco em que encontra o inventor do risco alheio.

Para lá pode
Com uma faixa em que se lia a frase “Pneus usados inservíveis, exportação para a Europa.”, um caminhão deixou o pátio da BS Colway, em Piraquara, região de Curitiba, rumo ao Porto de Paranaguá, no início deste mês. Levava um contêiner com 25 toneladas de pneus usados inservíveis, rumo à Inglaterra, onde serão usados como matéria-prima para gerar energia em usinas e indústrias.
A carga mostra que nem tudo é o que parece, especialmente na delicada seara do meio ambiente. A importação de pneus usados para serem remoldados foi taxada de ataque ambiental por alguns ecologistas – nem sempre bem intencionados. “Para cada pneu inservível que estamos exportando poderemos importar um usado, que será remoldado e colocado no mercado nacional com qualidade igual e preço inferior aos concorrentes fabricados por multinacionais”, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Pneus Remoldados (Abip), Francisco Simeão Rodrigues Neto, diretor da BS Colway.

Sob medida
Desde que o Governo Federal proibiu que o Brasil importasse pneus usados como matéria-prima da indústria de reforma, em 1991, sob a alegação de que os países desenvolvidos exportavam lixo para países em desenvolvimento, as associadas da Abip lutam na justiça para retomar o direito de manter a atividade e não demitir funcionários. No fim de maio, a BS Colway e a Pneus Hauer Brasil obtiveram liminar do desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Rio Grande do Sul) para importar, com a condição de que igual número de inservíveis fosse exportado antecipadamente.

Reserva de mercado
“Nós vamos lutar aqui e até no exterior para que a verdade prevaleça nesta questão de fácil solução não fossem os entraves criados pelo Executivo Federal sob falso pretexto ambiental para proteger o mercado das multinacionais de pneus novos”, enfatizou o advogado da BS e Pneus Hauer, Ricardo Alípio da Costa.

França em Minas
Parte de dinheiro arrecadado no Festim Beneficente na Pousada Villa Paolucci, dentro do XII Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes, vai ser usado na restauração do telhado da Capela de Santo Antônio da Canjica, que data do início do século XVIII. O festival movimenta a cidade mineira a partir desta sexta, até dia 30. O evento integra as comemorações do ano da França no Brasil e reúne um time de oito chefs renomados, sendo seis franceses. Roland Villard, além de participar da festa beneficente, dará o curso “Cozinha da Amazônia por um francês”, no dia 23, às 11h

Fora dos trilhos
A Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes do Crea-RJ decidiu convocar todos os engenheiros ligados aos bondes de Santa Teresa para fazer uma análise do último acidente com aqueles veículos. “Além disso, vamos convidar algumas pessoas, como motorneiros e alguém da associação de moradores, que há muito tempo denuncia irregularidades. A idéia é fazer depois um relatório final”, disse a esta coluna o vice-presidente do Conselho de Engenharia e Arquitetura, Luiz Antonio Cosenza.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPorta a porta
Próximo artigoCrise limpa

Artigos Relacionados

SUS poderia ter salvado 338 mil norte-americanos

Assistência à saúde universal pouparia 1/3 das vidas na pandemia.

Ricaços da indústria foram poupados de perdas

Ações de empresas de tecnologia derreteram.

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Últimas Notícias

Ovo aumentou 202,13% acima da inflação oficial

Pesquisa do IBPT analisou o preço de 40 produtos, entre março de 2020 e maio de 2022.

Exterior misto deve acrescentar volatilidade nos negócios locais

Nesta quarta, dólar também ganha força ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o que deve pressionar o real.

BNDES: R$ 317,2 milhões nos aeroportos de Mato Grosso

Ao todo serão investidos R$ 500 milhões nos quatro aeroportos, com participação de 65% do BNDES

Fintechs emprestaram mais de R$ 12 bi em 2021

Crédito é quase o dobro do ano anterior, diz pesquisa da ABCD e PwC Brasil

Regulador divulga primeiro balanço sobre o 5G em Portugal

No final do primeiro trimestre, já havia 2.918 estações de rede 5G espalhadas por 198 cidades (64% das cidades)