Nos EUA, empresas mudam regras para beneficiar CEOs na pandemia

Executivos ganharam 29% mais, enquanto trabalhadores perderam 2%.