Nota zero

Governado pelo tucanato desde 1995, o Estado de São Paulo paga salário-base de R$ 785,50 para professor alfabetizador de Educação Básica I e de R$ 909,32 para os profissionais de Educação Básica II. Os valores, sem incluir vantagens, como quinquênios, representam, respectivamente, 25% e 29% da cesta básica da cidade de São Paulo – a segunda mais cara do país – calculada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em R$ 229,64.

De fora
Os números mostram ainda que, mesmo se o governo do PSDB aceitasse a reivindicação de reajuste salarial de 34,3%, os professores paulistas continuariam com um piso inferior ao salário mínimo calculado pelo Dieese, de R$ 2.003,30. Restaria o consolo, no caso dos professores da Educação Básica I, poderem ingressar na “nova classe média”, aquela fundada por pesquisador abrigado na veneranda FGV e que exige renda residencial de apenas R$ 1.115.

Roleta
Embora – ou et por cause – dependa mais dos humores da sorte e ofereça remuneração inferior à dos CDBs, por exemplo, o mercado de títulos de capitalização faturou cerca de R$ 10 bilhões no Brasil, em 2009. Em janeiro passado, as receitas somaram R$ 826 milhões, mais 12% em comparação ao mesmo mês do ano passado. No mesmo período, as reservas de capitalização atingiram R$ 15 bilhões, alta de 11% sobre 2009, segundo dados da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), que prevê crescimento de12% nos negócios até o fim de 2010.

SP lidera
O Estado de São Paulo manteve-se em primeiro lugar no ranking do setor em janeiro, com faturamento de R$ 304 milhões, abocanhando 37% da fatia do segmento. Foi seguido pelo Estado Rio de Janeiro (R$ 84,9 milhões de faturamento e 11% de total) e Minas Gerais (R$ 76 milhões e de 9%).

Roda da fortuna
Falar em jogo, a arrecadação das loterias da Caixa Econômica Federal alcançou R$ 1,88 bilhão no primeiro trimestre, crescimento de 30% sobre os primeiros três primeiros meses de 2009. Das dez modalidades de jogos administradas pela Caixa, mais uma vez, a Mega-Sena liderou a captação de apostas, arrecadando R$ 868 milhões até março, mais 46% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. A performance da Mega-Sena foi alavancada pelos prêmios acumulados nesse período, em particular o valor recorde de R$ 72 milhões, sorteado em fevereiro, o maior pago em sorteios regulares da modalidade, atrás apenas da Mega da Virada, sorteada uma vez no ano. Até março, a Mega-Sena ofertou R$ 140,5 milhões na faixa principal (para os acertadores das seis dezenas), contra R$ 32,4 milhões em 2009.

Flautista de Hamelin
O vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Moreira Franco, atribui o “crescimento extraordinário” da arrecadação a mudanças introduzidas pela instituição para tornar os jogos mais atraente: “Isso acarretou na entrada de cerca de 30 milhões de novos apostadores”, avalia Moreira.
Apesar de a Mega-Sena ter sido a loteria que mais arrecadou, o maior avanço das vendas ocorreu na Quina: R$ 307,1 milhões, mais 63% sobre R$ 188,3 milhões, no primeiro trimestre de 2009.

Dois pesos
Embora o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), mereçam grande parte das críticas recebidas da imprensa por sua atuação antes e depois dos temporais, a mídia financista não mostrou o mesmo rigor em relação às atuações, igualmente catastróficas, do então governador do Estado de São Paulo, José Serra (PSDB), e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), durante o longo período de  alagamento que tomou conta da capital paulista entre o fim do ano passado e o início de 2010.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBraskem na Bolívia
Próximo artigoParla, Meirelles!

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Receita apreende mercadorias piratas avaliadas em R$ 1 milhão

Foram apreendidos na operação 170 volumes de mercadorias englobando videogames e acessórios, roteadores, entre outros.

Prorrogada a CPI dos royalties do Rio por 30 dias

Prorrogação do prazo se deve à complexidade da matéria e aos vários documentos requisitados que ainda estão sendo recebidos pela comissão.

Governo dos EUA se prepara para paralisação na semana que vem

Em outra frente de luta, líder democrata Nancy Pelosi anuncia acordo sobre pacote de Biden.

Alimentos são direito, não mercadoria, diz ONU

Três bilhões de pessoas não podem pagar uma dieta saudável.

PEC 32: Comissão da Câmara aprova texto-base da reforma administrativa

Proposta do relator tem terceirização e privatização do serviço público.