Novo centro cultural

Espaço presencial e virtual para arte de Búzios e do mundo.

Chris Herrmann, que acaba de voltar da Alemanha, inaugura em janeiro um espaço cultural em Búzios. Ativista cultural e social, pretende implementar um local voltado para arte local e no mundo, de forma presencial, virtual ou híbrida.

 

A facada de Bolsonaro

O jornalista Joaquim de Carvalho conta a forma nebulosa da facada do presidente, no youtube, no Bolsonaro e Adélio – uma fakeada no coração do Brasil. Uma visão que nos leva a várias reflexões. Fica a dica.

 

Exposição de Antonio Parreiras

Vanda Klabin não para. É responsável pela curadoria da exposição Antonio Parreiras – paisagens e marinhas, que começa nessa sexta no Museu de Arte Contemporânea de Niterói. São 37 telas do pintor.

 

Prêmio Yedda Maria Teixeira

A Associação dos Embaixadores de Turismo do Rj outorga seu prêmio anual, no próximo dia 20 de março, em evento virtual. As dez categorias homenageadas serão escolhidas por um júri formado por 20 mulheres e presidido pela pianista Maria Luiza Nobre.

 

Diga não ao Carnaval

A situação do Rio de Janeiro é preocupante, após a realização da queima de fogos e liberação de máscaras em ambientes abertos. O prefeito Eduardo Paes precisa reavaliar com urgência o planejamento turístico da cidade e cancelar qualquer manifestação presencial no Carnaval.

 

Rejuvenescimento de Portugal

Com crise demográfica e de mão de obra, Portugal tem mais uma vez que agradecer a nossos imigrantes. A faixa entre 20 e 49 anos abrange quase 70% da comunidade brasileira. Já os portugueses na mesma faixa etária representam 36% da população.

 

Investimento em saúde

Niterói terá um aporte de R$ 200 milhões na área de saúde em 2022. Vão ser utilizados em infraestrutura e modernização de mais de 60 unidades. Parabéns, prefeito Axel Grael.

 

Pensamento da semana

“Acordei em 2022. Muita esperança, mas muita luta. No caminho, ando sem muito peso que deixei em 2021. Me sinto disposto a encarar uma nova jornada, que não vai ser nada fácil com tantos desmandos e negacionismo por parte de quem deveria dar o exemplo. O mundo está mudando. Olho pela varanda e vejo uma rua que me leva a um caminho de coragem, de sentir a dor alheia, de não viver uma realidade sem nenhum contexto de solidariedade, de ter em mente que os equívocos da política prejudicam o cidadão comum. O Zé Ninguém de Reich que consciente e inconsciente procura sobreviver com o grito da injustiça. Preconizamos uso sustentável da vida! Será que vamos conseguir? Basta querer e ter sua parte de responsabilidade. Vamos juntos e ter em mente que nos próximos 12 meses nossa voz e nosso querer serão vitais. Sim, 2022 chegou e somos responsáveis por nossos atos e omissões.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Anfavea espera que 2022 seja um ano de recuperação

Restrição na oferta de componentes deve ser menor este ano que no passado.

Governo sabota emprego doméstico

Desconto no Imposto de Renda, que acabou, incentivava a assinatura da carteira.

A ousadia da viúva Clicquot e a evolução do champanhe

Um dos seus empregados propôs um método que deu origem à rémuage, hoje integrada ao méthode champenoise.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.