30.1 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 17, 2021

Novo ninho

A senadora Heloísa Helena, expulsa do PT, está em negociação com o presidente do PDT, Leonel Brizola. Como integram o pequeno time de opositores aos desmandos da equipe econômica infiltrada no governo petista, uma ida da senadora para o partido trabalhista não surpreenderia.

Presidencialismo já!
A decisão do Banco Central, refugiado na nomenclatura do Copom, de estancar a já tímida queda da taxa básica de juros (Selic) representou uma ducha de água fria nos ainda crédulos sobre a estréia do espetáculo do crescimento, prometido formalmente por aquele que, supõem seus eleitores, governa o país. Ao contrariar empresários, trabalhadores e até largos setores do mercado financeiro, o BC acentuou o risco da existência de uma entidade autônoma pairando acima dos interesses institucionais com poderes enfeixados apenas por governos discricionários.
E, a ser verdadeira a justificativa de que o BC manteve os juros engessados para “provar sua autonomia”, esse ingrediente com ares adolescentes exigiria respostas imediatas do Executivo. A nação ainda aguarda na memória a irresponsabilidade da equipe econômica collorida decidindo em bilhetinhos aleatórios o teto para o confisco que levaria o país a uma de suas mais drásticas recessões.
Não é de burocratas sem votos nem compromissos públicos, porém, que se deve cobrar uma política monetária em sintonia com o urgente desenvolvimento do país. Essa é uma responsabilidade intransferível do presidente da República. Cabe ele pôr fim à terceirização do BC que criou uma espécie de parlamentarismo em que cabe à nomenclatura definir os níveis de crescimento, emprego e salário, bem como as migalhas que restam para educação, saúde e segurança, restando ao chefe do Executivo funções decorativas. Como foi este o ungido pelas urnas, cabe-lhe retomar a autonomia da sua presidência.

Nota zero
Entre os gestos que valem por mil palavras, certamente, o do presidente Lula demitindo seu ministro da Educação, Cristovam Buarque, pelo telefone, encontrando-se este em Portugal, foi dos mais emblemáticos sobre o que o governo petista pensa de setor tão estratégico. Para quem acha a comparação forçada, é só imaginar a mesma cena com outro personagem, o presidente do Banco Central, por exemplo. Alguém a consegue imaginar?

Tiro no pé
Vítima da desconsideração do Planalto, Buarque contribuiu para seu próprio defenestramento antes mesmo da campanha eleitoral, quando cobrava do PT a manutenção de Armínio Fraga e Pedro Malan no comando da economia do país, independentemente do resultado da eleição, ou seja, da opinião de Sua Excelência, o eleitor. Foi atendido parcialmente; embora os nomes tenham sido trocados, foi mantida intocada a mesma política que levou o tucanato à derrota. E quem elege o ajuste fiscal à condição de dogma político, não tem mesmo muito tempo para supérfluos, como educação e saúde.

Bancos
Os principais produtos bancários serão demonstrados em palestra que a Associação e o Sindicato dos Bancos do Rio de Janeiro realizam nesta segunda-feira, a partir de 9h, no Centro de Treinamento Aberj (R. do Ouvidor, 50 – 12º andar – Centro). Informações pelos telefones 2253-1538 e 2203-2188 ou em www.aberj.com.br

Artigo anteriorAprovados
Próximo artigoSegurança
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.