Novos paradigmas

Pródigos em criar índices com nomes fantasiosos, como “risco país” e “lulômetro”, para operar mercados alheios, os bancões estadunidenses, diante da enxurrada de acusações de fraudes em que se vêem às voltas, apenas nos últimos dois anos, estão devendo novos produtos ao distinto público. Para prevenir casos de déficit criativo dos yuppies do mercado financeiro, a coluna sugere alguns. Que tal “risco cadeia” ou “risco processo”?

Criança pobre
Uma roupinha exclusiva “em patchwork de tecidos vintages e adornada com aproximadamente mil cristais Swarovski, homenageando as cores, sons, música, dança e a beleza do povo brasileiro” é o mimo que a Manfred of Sweden traz para o Brasil, em exposição neste final de semana. As peças da empresa têm valor médio de US$ 5 mil, mas podem ir bem além, como a Fairytale Jacket, com 5 mil cristais Swarovski, vendida na Harrods de Londres por nada menos de US$ 21 mil. Quem quiser conhecer a moda – e quem sabe arriscar umas comprinhas – deve ir ao WTC, na Pet Fashion Week.

Taxação
Termina neste sábado, em Paris, o quinto encontro do Grupo de Peritos, que estuda formas de taxação dos fluxos financeiros globais. Criado por 12 países – entre eles, Brasil, Inglaterra, Alemanha, França, Chile e Japão – como uma força tarefa, em outubro de 2009, o grupo é formado por dez especialistas de todo o mundo. A medida faz parte da meta de financiar o desenvolvimento, visando ao cumprimento dos Objetivos do Milênio (ODM) nos países mais pobres. O Brasil é representado pelo presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann,

Botar o guiso
O Grupo dos Peritos é uma das várias iniciativas surgidas após o estouro da crise em setembro de 2008, quando o cassino global virou de pernas para o ar. O relatório do grupo, a ser apresentado em maio, vai dialogar com outros documentos sobre o mesmo tema, como o pedido pelo G20 ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e estudo da Comissão Européia.

Bom e rápido
Seminário promovido pela Pini aborda desafios técnicos da construção civil para cumprir metas do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, no próximo dia 4, no Hotel Renaissance, em São Paulo. O seminário Obras Rápidas – Como Reduzir o Cronograma dos Empreendimentos discute a velocidade da execução sem perda de qualidade, tema que abrange desde o programa habitacional do Governo Lula até a realização da Copa de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Informações no site do evento: www.piniweb.com/obrasrapidas/

Precatório
Projeto do deputado estadual Said Mourad (líder do PSC) permite o uso de precatórios para quitar o IPVA. Segundo o parlamentar, “é bom para o estado, porque diminui o estoque de precatórios, e é bom para o cidadão e para as empresas, que não têm a menor idéia de quando receberão o valor dos títulos”, explica Mourad. O projeto abrange apenas setores que possuem frotas de veículos para desempenhar suas atividades, como transportadoras e empresas de logística.

Negócio fechado
Não só bugigangas eletrônicas ou produtos descartáveis de baixo valor vindos da China podem ser encontrados em qualquer loja do Brasil. Até materiais simples, como torneiras de jardim, por exemplo, agora vêm do país asiático, recebendo no Brasil apenas a marca do fabricante local.

Engasgou com uma pulga
Matéria no Fantástico dia 18 denunciou esquema de pagamento de comissões por farmácias de manipulação a médicos que indicavam os estabelecimentos a seus pacientes. Um escândalo que envolve algumas centenas de milhares de reais mensalmente – mas que mereceria o juizado de pequenas causas diante dos bilhões gastos pelas grandes multinacionais farmacêuticas para cooptar médicos. São amostras grátis, patrocínios de congressos, viagens, entre outros, digamos, desvios éticos. Isso para não falar de esquemas menos divulgados, mas não secretos para quem lida com medicina, como dar de presente carros, viagens a resorts e outros mimos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNão é favor
Próximo artigoPra frente, Brasil

Artigos Relacionados

Lei determina que estatais respeitem interesse público

Acionistas da Petrobras sabem que ela tem obrigações e bônus por ser de economia mista.

Plano B dos bilionários dos EUA

Fuga dos impostos, de Trump e dos bloqueios levam a dupla cidadania.

É a inflação, estúpido

Preços não dão trégua a Bolsonaro em ano de eleição.

Últimas Notícias

Previdência privada é pouco usada; 92% dependem de recursos do INSS

Mais da metade dos brasileiros gostaria de parar de trabalhar com 60 anos, mas só 28% acham que vão conseguir.

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.

Criação de mais um monopólio privado regional

Recurso de petroleiros contra decisão do Cade sobre venda da Reman

Restrição do Fed pode impulsionar a saída de capital dos países da AL

Sinalizou uma política monetária mais restritiva em meio às expectativas de inflações mais altas