31.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Números x gente

     
          A última edição do Relatório sobre Desenvolvimento Humano, divulgada em outubro, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), trouxe mais um esclarecimento para os que ainda resumem às estatísticas a vida real. Pelo relatório, a Tunísia figurava em sexto lugar entre 135 países em termos de melhoras do seu índice de desenvolvimento humano (IDH) nas últimas quatro décadas, num ritmo superior ao de Malásia, Hong Kong, México e Índia. O Egito era o décimo quarto lugar a registrar maior avanço. A expectativa de vida na Tunísia, de 74 anos, supera a da Hungria e da Estônia, que têm o dobro da sua riqueza. Cerca de 69% das crianças egípcias vão à escola, taxa igual à da Malásia. Três meses da divulgação do relatório, Zine El Abidine Ben Ali deixou a presidência da Tunísia, após 23 anos no poder. Já Hosni Mubarak durou mais um mês, após 32 anos de bons serviços prestados aos interesses dos Estados Unidos.

Facilidade
Em janeiro, 1.166 inquilinos foram despejados por falta de pagamento de aluguel, segundo levantamento do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). O número, porém, é o menor desde 1994, quando foram registradas 1.127 ações, situação que a advogada Renata Cassiano, Capuzzo, da Lex Magister e especialista em Direito Imobiliário, atribui à Lei 12.112 de 2009, cujo texto aperfeiçoa as regras da Lei 8.245, de 1991, que facilitou a retomada de imóveis em caso de inadimplência do locador: “Da forma como estava redigida, a antiga legislação criava empecilhos à retomada do imóvel pelo locador e obrigava-o a conviver com casos de locatários mal pagadores, contratos sem garantia e outras condições que desestimulavam o mercado de aluguel. No entanto as atualizações da nova lei ainda podem ser consideradas pouco conhecidas e utilizadas”, afirma.

Bolha dos pampas
Enquanto imobiliárias de Porto Alegre vendem imóveis que valem R$ 260 mil em Miami (89m²), similares na capital do Rio Grande do Sul são vendidos por até R$ 400 mil, relata o boletim eletrônico do gaúcho Políbio Braga.

Exterminador de “verdes”
O ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger surpreendeu e não agradou aos ambientalistas durante sua palestra no 2º Fórum Mundial de Sustentabilidade, convescote de pseudos verdes que ocorre em Manaus. “Precisamos de uma abordagem mais dinâmica, com foco nos negócios e no crescimento econômico. Os ambientalistas falam de ciência e seus discursos têm base no medo, mas isso não funciona. Poucas pessoas têm consciência do que significa sustentabilidade e de que forma essas questões impactam suas vidas”, ressaltou Scwarzenegger.
“Nós podemos construir a economia e o meio ambiente; temos de mostrar que é possível criar empregos com o uso de tecnologias verdes”, defendeu, lembrando ainda que, na Califórnia, foram criados dez vezes mais postos de trabalho no chamado “setor verde” do que em outros segmentos da economia – o que não chega a ser grande vantagem, já que a economia vai de mal a pior naquele estado norte-americano.

Happy
O secretário de Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, é o convidado da ADVB-RJ para o Happy Hour Empresarial nesta segunda-feira, no restaurante Symbol Club, no Centro da capital.

Blog também é notícia
Demorou, mas a Associação Nacional de Jornais (ANJ) decidiu manifestar sua “indignação” diante do atentado a bala perpetrado contra o blogueiro Ricardo Gama, na manhã da última quarta-feira, em Copacabana, em plena Zona Sul do Rio de Janeiro.

     
     

Artigo anteriorAlternativa
Próximo artigoSobrevida curta
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.