27.4 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 19, 2021

Não fui eu

Um dos momentos mais emblemáticos do depoimento-palestra do ministro Antônio Palocci no Senado foi quando ele revelou não conhecer qualquer um dos integrantes da sua equipe econômica antes de nomeá-los para o cargo. Todos, segundo ele, lhe foram indicados e a grande maioria ele sequer conhecia pessoalmente. Resta a curiosidade pela pergunta não-feita pelos senadores: quem indicou?

Apoio incompleto
Em audiência, ontem, com o ministro da Educação, Fernando Haddad, a diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) pediram ao MEC que inclua na proposta de emenda constitucional do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb) a criação do piso salarial nacional, que seria fixado, inicialmente, em R$ 1 mil. O MEC já acenou favoravelmente à criação do piso, no entanto, como, em todas questões essenciais deste governo, a decisão do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, que, como sempre  é contra a expansão dos gastos públicos, exceto os financeiros.

Dublê
Ao participar da Festa Internacional de Teatro em Angra (Fita), na última terça-feira, o presidente da Riofilme, José Wilker, fez uma revelação emblemática sobre sua relação com o cargo que ocupa a convite do prefeito Cesar Maia. Depois de dissertar sobre as incertezas do ofício de ator, o que já o fez  pensar em exercer outra profissão, caminho que não seguiu por “não se encaixar em mais nada”, Wilker confessou: “Então,  enquanto não tem trabalho na TV ou no cinema – já que o teatro  está morto – eu finjo que trabalha num departamento do governo.”. Talvez por isso, produtores que procuram a Riofilme para apresentar seus projetos, se queixam da dificuldade para encontrar seu presidente.

A culpa é do povo
Presente ao mesmo evento, o curador da Fita, Aderbal Freire-Filho, recusou-se a responder à incômoda pergunta de uma jovem moradora de Angra dos Reis: “Por que um festival de teatro patrocinado por governo estadual, Bradesco e Eletronuclear cobra ingressos de R$ 30? Se o governo utiliza nossos impostos para nos dar acesso à cultura, o que explica a cobrança de ingressos caros? Por que os teatros estão tão vazios?”.
Os demais participantes da mesa preferiram alegar que “as pessoas não estão interessadas em arte”. Pelo menos não a esse preço.

Imperialismo verde e amarelo
A desindustrialização da Argentina, promovida por Carlos Menem e Fernando de la Rúa, permitiu às multinacionais brasileiras ocupar largos espaços na economia daquele país, incluindo setores estratégicos. Hoje, capitais brasileiros dominam 90% da distribuição de energia elétrica da Argentina; um terço do mercado de combustíveis; quase 50% da produção de cimento e 60% da produção de aço. Além disso, dois terços da cerveja consumida pelos argentinos pertencem a empresas dominadas por capitais brasileiros.

Naya
A leiloeira pública Elane Marques bateu o martelo da venda de 11 apartamentos de Sergio Naya, arrecadando R$ 980mil que serão repassados ao município do Rio de Janeiro para pagamento de multas e encargos de dívidas tributárias, principalmente com o ISS. Os imóveis ficam na Barra da Tijuca e foram vendidos por valores em torno de R$ 100 mil, sendo que três não alcançaram o lance mínimo e tiveram a venda condicionada à aprovação do juiz.

Bom pagador
De olho no 13º, as financeiras iniciam campanha para recuperação de crédito em todo o país. As empresas garantem que podem fechar acordo, em casos de dívidas antigas, em que o devedor paga apenas o principal, sem juros nem multa. Com a dívida renegociada, o nome é retirado do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). De acordo com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), “o brasileiro é bom pagador. Quando não consegue honrar seus compromissos, pode ter certeza: ou perdeu o emprego, ou passou por algum contratempo grave”.

Posse
O coronel-aviador da reserva da Força Aérea Manuel Cambeses Júnior assumiu a cadeira 68 como membro-titular no Instituto de Geografia e História Militar do Brasil, no último dia 1. A solenidade, realizada no Salão Nobre do Clube Militar, contou com a presença do major-brigadeiro-do-ar Lysias Augusto Rodrigues, pioneiro da aviação militar e consagrado geopolítico.

Artigo anteriorBaixaria
Próximo artigoLíder
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportações de suco de laranja recuam 23% entre julho e dezembro

Safra menor e estoques mais elevados estão entre as principais razões para a baixa.

Os desafios para Joe Biden nos EUA

Avanço da Covid-19 pode fazer com que democrata e equipe tenham que apagar alguns incêndios no começo do mandato.

Mercados sobem em véspera do Copom

Campos Neto, presidente do BC, participa da primeira sessão da reunião do Copom.

Mercados locais sobem seguindo Bolsas mundiais

Dia amanhece com tendência de alta para o mercado interno, seguindo NY na volta do feriado.

Contra tudo temos vacina

Dia promete ser de mais recuperação da Bovespa, dólar fraco e juros em queda.