Náufragos

Do universo de empresas que foram extintas nos últimos quatro anos, apenas 3% procuraram pela ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); 32% das que morreram não procuraram qualquer tipo de assessoria para a condução ou gerenciamento da empresa. A pesquisa do Sebrae, porém, não revela quantas das sobreviventes tiveram assessoria do órgão. Com certeza, porém, sabe-se que uma empresa – que de modo algum se encaixa entre as pequenas – sobrevive com ajuda do Sebrae. Por enquanto.

Liberdade relativa
Ao citar Thomas Jefferson – “Se eu tiver de escolher um governo com a imprensa que me censure, que me critique, que me ataque, e um governo sem nenhuma imprensa, eu prefiro esse governo com a imprensa que me censure e que até me ataque” – para atacar o projeto de criação do Conselho Federal de Jornalismo (CFJ), o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Edson Vidigal, restringiu-se ao pensamento de Jefferson antes de este lidar com as adversidades do poder. Em 1787, 13 anos antes de se tornar presidente dos Estados Unidos, ele afirmava: “O meio de evitar essas intervenções irregulares (erros de julgamento) do povo é dar-lhe plena informação dos negócios através dos jornais públicos e tudo fazer para esses jornais terem a maior penetração possível na massa do povo. Sendo o nosso governo fundado na opinião pública, o primeiro e real objetivo seria mantê-la certa.”
Em 1802, dois anos após chegar ao poder e enfrentar federalistas hostis, já mostrava dúvidas sobre seu pensamento anterior: “Estamos passando pela experiência de saber se a liberdade de expressão é ou não suficiente, sem o auxílio de coerção, para a propagação e proteção da verdade, assim como para a manutenção de um governo puro e íntegro em suas ações e opiniões.”
Em 1813, essa dúvida se transformara numa certeza em sentido oposto: “Os jornais de nosso país, pelo seu desenfreado espírito de falsidade, têm destruído mais efetivamente a utilidade da imprensa do que todas medidas restritivas inventadas por Bonaparte.”
Como diria o ministro Gushiken, toda liberdade é relativa. Ou numa versão mais realista: governo odeia críticas.

Tudo azul
Esta bem que a Secretaria de Comunicação do governo Lula poderia copiar: a equivalente mexicana começa seu boletim diário de notícias com a frase “Las Buenas Noticias también son noticia”.

Dobradinha
Vaticinada aqui, ontem, a aliança entre PT e PSDB para sepultar a CPI do Banestado, acordo que já enfrenta resistências na própria base governista na Câmara dos Deputados, poderia ser traduzida em linguagem futebolística como: Impunidade 1 x 0 Brasil.

Mérito
O deputado estadual Otávio Leite (PSDB-RJ) recebe amanhã a Medalha Pedro Ernesto, concedida pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A iniciativa da homenagem foi do vereador Luiz Antonio Guaraná.

Interesses reais
O jornalista José Carlos de Assis, titular da coluna “Desemprego Zero”, aqui ao lado, lança no próximo dia 20 o livro Pleno Emprego – para acabar com o desemprego no Brasil, que trata de todas as questões relevantes da política econômica contemporânea, em confronto com os interesses básicos da sociedade brasileira. Como é do estilo do autor, o livro é sobretudo crítico, que busca definir as relações de interesses reais por trás das idéias dominantes. Com apresentação do senador e candidato a prefeito do Rio Marcelo Crivella, Pleno Emprego será lançado no Rio às 18h, na Livraria do Museu (Museu da República, Rua do Catete, 153)

Artigo anteriorEstelionato sobre rodas
Próximo artigoSem Selic
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.