O apoio da Huawei eleva alfabetização digital entre mulheres africanas

A empresa de telecomunicações chinesa Huawei intensificou o treinamento e a orientação voltados para mulheres e meninas africanas a fim de impulsionar suas habilidades digitais e aumentar sua empregabilidade nas indústrias futuramente.

Fiona Pan (L), vice-CEO da Huawei no Quênia, participa do lançamento do programa “TIC Cultivando Talentos” em Nairóbi, capital do Quênia, em 25 de novembro de 2021. (Xinhua / Charles Onyango)

Xinhua - Silk Road

 

NAIROBI, 29 Dez (Xinhua) – A empresa de telecomunicações chinesa Huawei intensificou o treinamento e a orientação voltados para mulheres e meninas africanas a fim de impulsionar suas habilidades digitais e aumentar sua empregabilidade nas indústrias futuramente.

A Huawei disse nesta quarta-feira, em um comunicado divulgado em Nairóbi, capital do Quênia, que está comprometida com a redução da diferenciação de gêneros nas habilidades digitais na região da África Subsaariana.

Por meio de seu programa principal denominado “Sementes para o Futuro”, a Huawei fez parceria com governos africanos para oferecer treinamentos especializados em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para mulheres e meninas.

Já 14 países da África Subsaariana, incluindo Quênia, Uganda, Gana e Malaui, se uniram à iniciativa de treinar mais de 200 mulheres em áreas relacionadas às TIC, de acordo com a Huawei.

“Visto como um marco importante, o programa está focado em aumentar o engajamento das meninas em tecnologias emergentes, como 5G, computação em nuvem e inteligência artificial, com intuito para ajudá-las a se prepararem para o emprego na era da economia digital, em meio à rápida expansão do setor na África.” disse o representante da Huawei.

O sucesso do programa foi alcançado graças ao apoio de governos africanos com 25 países, incluindo África do Sul, Quênia, Nigéria e Gana, que participaram do treinamento em TIC para mulheres e meninas. Fim

 

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ciqikou de Chongqing está entre primeiros blocos de turismo nacionais

A primeira lista de blocos de turismo e lazer a nível nacional foi divulgada recentemente pelo Ministério da Cultura e Turismo, com um total de 55 blocos alistados pelo país. A Cidade Velha de Ciqikou no Distrito Shapingba está entre os 3 blocos selecionados em Chongqing.

Banco Central da China conduz 150 bilhões de yuans em recompra reversa

O Banco Central da China injetou nesta segunda-feira 150 bilhões de yuans (cerca de 23,7 bilhões de dólares) no sistema financeiro por meio de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

Envios de celulares da China aumentam 13,9% em 2021

As remessas de telefones celulares da China aumentaram 13,9% em relação ao ano anterior, chegando a 351 milhões de unidades em 2021, de acordo com um relatório da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicações (CAICT, sigla em inglês).

Últimas Notícias

Valor da internet em Portugal está mais barato

Dados recentes do Eurostat, Serviço de Estatística da União Europeia, referentes a dezembro de 2021, mostra que Portugal lidera na descida de preços dos...

Modal finaliza aquisição da integralidade do banco digital LiveOn

O Modal, banco de investimento, fechou a aquisição de 100% da infratech LiveOn, operação divulgada em outubro de 2021, e só agora aprovada pelo...

Fitch afirma IDRs BB’ e rating nacional ‘AAA do Itaú Unibanco

A Fitch Ratings afirmou nesta segunda-feira os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e...

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Subida de juros assusta investidores

A segunda-feira (24) foi marcada como um dia de aversão a risco com fortes quedas nas bolsas internacionais, observou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial...