O caos vem de cima

Enquanto a OAB pouco se move para que o Supremo coloque em pauta a questão da prisão após condnação em segunda...

Enquanto a OAB pouco se move para que o Supremo coloque em pauta a questão da prisão após condnação em segunda instância, a presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, enviou ofício à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, solicitando que, “logo após o término do recesso, sejam pautadas para julgamento, no plenário da Suprema Corte, as Ações Declaratórias de Constitucionalidade 43, 44 e 54”. As ADCs visam a garantir o cumprimento do art. 283 do Código de Processo Penal, que prevê a prisão apenas após o trânsito em julgado da sentença.

O IAB manifestou “enorme preocupação com o panorama de insegurança jurídica gerado a partir das decisões proferidas no último domingo por membros do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, relacionadas à revogação e manutenção da prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva”. Para o IAB, “a sequência dos fatos e a disputa em torno de várias decisões exaradas foram suficientes para preocupar os juristas quanto ao respeito às regras do jogo democrático que asseguram judicatura imparcial e livre de pressões políticas”.

Em nota aprovada na quarta-feira, o IAB classificara como “fato processual inusitado a circunstância de um magistrado de primeiro grau exarar uma contraordem a decisão liminar hierarquicamente superior, para que a autoridade policial não cumprisse o alvará de soltura expedido e aguardasse uma nova decisão”. A referência é ao juiz Sergio Moro, que deixou suas férias de lado para agir contra a soltura de Lula.

Para o IAB, “o desrespeito às regras e formas processuais por quem quer que seja, além de intolerável, não pode se transformar em rotina trágica, não só para o paciente do caso, mas para milhares de brasileiros de alguma forma envolvidos com o Judiciário Penal”. A nota é assinada pela presidente nacional, Rita Cortez, e pela presidente da Comissão de Direito Penal, Victória de Sulocki.

No ofício à ministra Cármen Lúcia, o IAB afirma que “a batalha de entendimentos, no seio das várias instâncias do Judiciário, infelizmente, segue a mesma linha do que vem ocorrendo no próprio STF, pela falta de um posicionamento definitivo e vinculante sobre a questão da execução provisória da pena”. Para o Instituto, “o STF tem passado exemplo de decisões contraditórias, com a concessão de habeas corpus e liminares por vários ministros de uma turma, em contrariedade ao entendimento de ministros de outra turma”. A entidade considera que “a guerra de decisões contrárias vem vulnerando a imagem e a credibilidade do Judiciário”.

 

Repassando o desperdício

De 2013 a 2017, o valor da cobertura médica hospitalar saltou de R$ 3.107,58 (per capita por ano) para R$ 5.855,78, alta de 89,4%. O valor gasto com internações evitáveis, desperdício e fraudes chega a 25%, ressalta o vice-presidente da União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas), João Paulo dos Reis Neto.

O resultado desta equação é o repasse para o bolso do consumidor. De 2000 a 2017, os reajustes aprovados pela Agência Nacional de Saúde (ANS) para os planos individuais e familiares acumulam alta de 374,1%, frente a uma inflação acumulada é de 220%.

 

Tempestade antes da bonança

Leitor da coluna escreveu relatando que, se na última quarta-feira o Detran-RJ era pura agilidade, como afirmou a coluna, no dia anterior reinava o caos. O motivo é que o Proderj, que presta serviços aos órgão de trânsito fluminense, estava com os serviços parados desde 8 de junho. O sistema só voltou a funcionar na segunda-feira (9).

 

Ausente

Filho do presidenciável Jair Bolsonaro, o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC) não compareceu à Câmara para a votação que definiu pela não abertura de processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella.

 

Rápidas

Nesta segunda-feira, o Band Eleições recebe o pré-candidato à Presidência da República pelo Solidariedade, Aldo Rebelo. O programa vai ao ar à 00h25 *** Neste domingo, o Shopping Grande Rio terá aulas sobre brincadeiras com papel, a partir das 15h30 *** O Shopping Downtown realiza a 1ª edição do Sabores da Roça, de 19 a 22 de julho. Dez chefs e dois mestres cervejeiros farão oficinas. Inscrições: [email protected] *** No próximo dia 25, às 15h, a Digital House fará oficina gratuita para iniciantes em programação para o sistema Android. Inscrições: http://bit.ly/Workshop_android

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Taxa de carbono vai custar quase € 800 mi à Turquia

Os exportadores turcos de produtos com alto consumo de energia, como cimento, aço e alumínio, poderão enfrentar custos adicionais exorbitantes quando as propostas legislativas...

Sonho da casa própria fica mais distante

Contratação de moradias com recursos do FGTS cai ano após ano.

Moeda chinesa na mira dos bancos centrais

Participação como reserva internacional ainda é baixa… por enquanto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...