O impacto das mortes por Covid na renda

Perda de vidas, que poderia ter sido reduzida, reduz rendimentos em R$ 11 bi por ano.

Juliana Trece e Claudio Considera, respectivamente analista e coordenador do Núcleo de Contas Nacionais do FGV Ibre, realizaram um estudo preliminar sobre o impacto da pandemia na renda. Com base na média de rendimento e de anos de estudo dos brasileiros, calcularam quanto poderiam ter gerado de renda as 430 mil pessoas (à época do levantamento) que morreram de Covid-19 no Brasil entre março do ano passado e meados de maio deste ano:

– Entre as 216,6 mil vítimas entre 20 e 69 anos, a potencial geração de renda mensal é de R$ 492 milhões. São R$ 5,9 bilhões por ano.

– No caso das pessoas acima de 70 anos (211 mil mortos), o rendimento médio mensal real de aposentadorias e pensões a preços de 2019 seria de R$ 413,8 milhões. Por ano, são R$ 5 bilhões.

– Somados o rendimento mensal do trabalho das pessoas até 69 anos mais a renda dos idosos a partir dos 70 anos, chega-se a R$ 905,8 milhões. São R$ 10,9 bilhões anuais (0,4% da massa de rendimentos de 2019).

Um outro exercício possível, afirmam Trece e Considera, é calcular o quanto que essas pessoas falecidas ainda poderiam produzir e gerar de rendimento dada as suas expectativas de vida. As vítimas com idade entre 20 e 69 anos no Brasil teriam um rendimento total de R$ 182,6 bilhões até o falecimento.

“Muitas dessas pessoas poderiam continuar conosco caso tivessem sido mais bem informados, se alertados através de campanhas sobre os cuidados a serem tomados e da virulência dessa doença”, afirmam os pesquisadores.

Os autores fazem algumas observações, como o pagamento de pensão por mortes e as características dos trabalhadores, com alto grau de desemprego, subocupação e informalidade, o que afetaria essa conta. A coluna acrescentaria o impacto da recessão, maior do que poderia ter sido se houvesse esforços coordenados do Ministério da Economia. Com menor crescimento, menos empregos e menos renda.

 

Trabalhar em situações não-estruturadas

Sabe agir mesmo quando não tem a visão completa da situação. Lida de forma segura e efetiva com as incertezas e a falta de informação. Define imediatamente um rumo de ação, dimensionando possíveis riscos. Mobiliza os recursos que tem à disposição e usa a ação para estruturar melhor o problema, diminuir a faixa de indefinição e focar uma solução mais definitiva. Assim Luiz Affonso Romano define um consultor organizacional e de pessoas.

 

Rápidas

“Limpando & Reciclando” movimentará as praias da cidade do Rio de Janeiro neste sábado, das 10h às 13h, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. O evento, copatrocinado pela rede Rei do Mate, consistirá num mutirão para coleta de lixo descartado nas areias e no mar *** O Grupo Educacional Seda encerra nesta quinta-feira a Semana Minha Universidade no Exterior, que explica como entrar em uma universidade fora do país *** Nesta quinta-feira, às 12h, o advogado João Marcos Guimarães Siqueira, procurador do STJD e sócio do Bosisio Advogados, participará do Seminário Direito Esportivo, promovido pela OAB São Gonçalo. O evento será transmitido online em tvoitava.com *** O projeto Vitrine Uerj – Laços Musicais apresentará nesta quinta-feira, às 20h30, o maestro, compositor, arranjador e multi-instrumentista Rafael Barros Castro, pelo YouTube  *** Aasp e a ESA-RS realizam nesta quinta, às 16h30, o webinário “Responsabilidade civil – novos danos”. Na sexta, Aasp fará, às 16h, “O novo Marco Legal das Startups”. Inscrições aqui *** Nesta quinta, o professor e doutor em Direito Tributário Roque Antonio Carrazza será entrevistado pelo professor Tácio Lacerda Gama sobre a obra Curso de Direito Constitucional Tributário, às 19h. A transmissão acontecerá ao vivo pelo Canal do Youtube da Fundação Escola de Direito Tributário (FESDT) *** O terceiro encontro do Ciclo de Debates Virtuais de Frente Pra Costa 2021 será nesta sexta-feira sobre “A Covid-19 e as populações que vivem da pesca artesanal”, com transmissão ao vivo no canal da Fundaj no YouTube, das 10h às 12h.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Deputado pede isenção de ICMS para botijão de gás

Luz, combustíveis e cesta básica também têm alíquotas muito superiores às dos outros estados brasileiros.

Finlândia quer atrair imigrantes

Com preços altos e clima frio, missão não é das mais fáceis.

Indústria do Brasil cai menos que mundial na pandemia

‘Soluço’ não detém trajetória de queda iniciada no final dos anos 1980.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ENS e Ministério da Agricultura fazem live para lançar curso gratuito

Live no dia 7 de julho terá a participação de representantes do MAPA e especialistas em agronegócio.

Carta Fabril lança o papel higiênico premium Cotton Folha Tripla

Novidade foi desenvolvida para levar mais maciez com preço justo ao consumidor

LDZ Escola abre curso de animação digital 2D da ToonBoom Animation

Arte digital e cultura nerd beneficiam saúde e qualidade de vida.

Vendas Club traz conteúdo exclusivo para todo o Brasil

Propósito é prestar serviço para profissionais se manterem atualizados sobre o cenário de vendas.

Imóveis comerciais: segmento deve reaquecer de forma gradual

Desaquecimento por imóveis comerciais ocorreu por causa do home office imposto pelas restrições sanitárias.