O inverso da Lista de Schindler

A divulgação da lista com mais de 200 políticos que teriam recebido dinheiro da Odebrecht trouxe uma divertida coleção de codinomes que atestam o quilate dos homens públicos brasileiros: Nervosinho, Caranguejo, Atleta, Viagra. Para além do pitoresco, porém, a listagem – que ainda resta ser comprovada – mostra a ampla rede de relacionamento da empreiteira, com quaisquer governos de quase todos os partidos (18 no total). Oficialmente, as doações da construtora na campanha de 2014 passaram de R$ 48 milhões – e a proibição de que empresas doem para políticos foi talvez o maior avanço político desde as manifestações de junho de 2013.

Pela primeira vez na Lava Jato as denúncias foram além do PT. E, com tantos implicados, o estrago feito pode ter, em uma primeira análise, duas consequências: ou os envolvidos jogam para um acordão como no Caso Banestado, o que transformaria o país numa panela de pressão; ou se age para acabar com o que a empreiteira chamou de “sistema ilegal e ilegítimo de financiamento do sistema partidário-eleitoral do país”. Em ambos os casos, não se antevê calmaria.

Autoridade ímpar, absolutista

As práticas heterodoxas do juiz Sérgio Moro merecem muitas ressalvas feitas por membros do Judiciário. Como esta: “Já tive a oportunidade de me manifestar acerca de situações em que se vislumbra resistência ou inconformismo do magistrado, quando contrariado por uma decisão de instância superior. Em atuação de inequívoco desserviço e desrespeito ao sistema jurisdicional e ao Estado de Direito, o juiz irroga-se de autoridade ímpar, absolutista, acima da própria Justiça, conduzindo o processo ao seu livre arbítrio, bradando sua independência funcional (…) Contra ‘bandidos’ o Estado e seus agentes atuam como se bandidos fossem, à margem da lei, fazendo mossa da Constituição. E tudo com a participação do juiz, ante a crença generalizada de que qualquer violência é legítima se praticada em decorrência de uma ordem judicial. Juízes que se pretendem versados na teoria e na prática do combate ao crime, juízes que arrogam a si a responsabilidade por operações policiais transformam a Constituição em um punhado de palavras bonitas rabiscadas em um pedaço de papel sem utilidade prática, como diz Ferrajoli.”

O autor das críticas – que chegou a sugerir a punição disciplinar de Moro pelo Conselho Nacional de Justiça – é o ministro do STF Gilmar Mendes, em julgamento de recurso na Corte em 2010. De lá para cá, Moro só parece ter ampliado sua atuação. Já Gilmar…

Receita

A estreia da terceira temporada do MasterChef na Band ocupou a primeira colocação em comentários no Twitter, de acordo com o Ibope Twitter TV Ratings, com mais de 22 milhões de impressões, mais do que o dobro alcançado pelo segundo colocado – o global BBB. Bem feito para este programa, que comanda a baixaria na televisão, contrariando o que determina a Constituição.

Passarinho azul no futebol

Falando em Twitter, a empresa fechou parceria com a Primeira Liga, que promove o torneio de futebol reunindo times do Rio, Minas e Sul do país. Luan Knaya, diretor de esportes do Twitter Brasil, ressalta que o acordo busca posicionar o futebol brasileiro como protagonista em interações com o público.

Práticos

O Ministério do Trabalho e Previdência Social aprovou o funcionamento da Federação Nacional dos Práticos (Fenapraticos). Para o presidente da entidade, Otávio Fragoso, o registro consagra a legitimidade da Federação. “Seremos o ponto de interseção entre os sindicatos, o Executivo federal, o Judiciário e o Parlamento”, disse Fragoso.

É grande o leque de atuação da Fenapraticos: é facultado à entidade, dentre outras ações, prestar serviços de assessorias e consultorias técnicas e jurídicas no interesse dos sindicatos filiados e de todos os profissionais por ela representados; promover reuniões, encontros, cursos, seminários, convenções, congressos; promover a criação de cooperativas de consumo e de crédito.

Fim da Lava Jato na serra

Denunciada por esta coluna em janeiro, a retirada diária de quatro caminhões-tanque de 35 mil litros de água cada, sob o pretexto de limpar o lençol freático em um bairro de Miguel Pereira (RJ), foi reduzida para apenas um por dia. A operação era comandada pela Odebrecht. Moradores suspeitavam de que está sendo extraída água potável de boa qualidade. Alguns moradores, mais gaiatos, falavam que tanta água deveria estar sendo usada na Operação Lava Jato.

Rápidas

De 29 a 31 de março será realizada a seleção dos candidatos que irão trabalhar como Jovem Aprendiz Desporto (Jade) nas Olimpíadas. São mais de 1.600, entre 18 e 22, que disputam uma das 450 vagas. Todo o processo de avaliação e recrutamento será feito por profissionais de RH voluntários sob a organização da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ) *** A Paixão Segundo São João será encenada dias 25 e 26, às 20h, no Teatro Dom Pedro, em Petrópolis (RJ). O baixo-barítono Licio Bruno fará o papel de Cristo. O Coral dos Canarinhos de Petrópolis fará participação especial.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Cem anos de Celso Furtado

A atualidade de um dos mais importantes intelectuais do planeta.

A Disneylândia espacial dos trilionários

Jornada nas estrelas escancara a desigualdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Balanços guiarão, aparentemente, os mercados hoje

Europa e Nova Iorque precavidas, Ásia continua em queda livre.

Confiança da construção atinge maior nível desde março de 2014

Índice teve alta de 3,3 pontos e chegou a 95,7; já inflação do setor cai para 1,24% em julho.

IPCA-15 apresentou alta de 0,72% em julho

Maiores contribuições vieram da categoria habitação (2,14%), que contribuiu com 0,32%, e de transporte (1,07%), que adicionou 0,22%.

Itaú Unibanco deixa administração da XP

Decisão foi tomada no último dia 23, após análise concorrencial e prudencial; cisão foi aprovada pelo Banco Central.

Abertura de mercado

Após fim de semana tenso, segunda é sempre de trégua, pela ausência de parlamentares em Brasília, quanto mais em período de recesso.