O último a sair apaga a luz

A fritura de Maria Silvia Bastos Marques se intensificou no início de maio. Uma revista atribuiu a “pressões de empresários” a busca, pelo Governo Temer, de um substituto dela à frente do BNDES. A passagem da executiva pelo banco gerou polêmica. Alguns funcionários aplaudiam, enquanto outros torciam o nariz devido a seu passado ligado à privatizada CSN e à visão neoliberal que carregou quando exerceu cargos públicos.

No último convescote do Lide – Grupo de Líderes Empresariais, a entidade lobista do prefeito João Doria (opa, seria ela a mais nova vítima da Maldição do Lide? – pelo menos três premiados pelo grupo foram presos pela Lava Jato), no início de maio, Maria Silvia defendeu: “A prioridade do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social será dada a projetos, independente dos setores em que eles se originem, que apresentem inovação, pouco impacto no meio ambiente, aumento nas exportações, ampliação da infraestrutura, promovam a saúde pública e a educação”. Faltou um “sem vícios de corrupção”.

A saída de Maria Silvia, que poderia ser comemorada pelos seus opositores, deixa, neste momento, todos apreensivos. De um governo em decomposição, a mudança na chefia do BNDES pode significar um risco aos cofres públicos.

 

Chanel e o mercado de Matão

Duas notícias hoje que, juntas, são emblemáticas de nosso sistema judiciário: “Moro não vê crime e absolve mulher de Cunha” e “STJ nega liberdade a mãe de quatro filhos condenada por furtar ovos de Páscoa”.

 

Longe de Bangu

A justiça, pelo visto, guarda uma relação especial com mulheres de acusados de corrupção. Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, segue tranquila em seu apê de luxo no Leblon.

 

Pato manco

O Governo Federal e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) recebem semana que vem investidores de mais de 42 países e de 22 setores da economia para o Fórum de Investimentos Brasil 2017. O evento, organizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, a Apex-Brasil e o BID, será realizado em São Paulo nos dias 30 e 31, e já conta com mais de 1.400 executivos inscritos.

Estão confirmados representantes de companhias sediadas na China, nos Estados Unidos, no Japão, no Reino Unido, na Alemanha e outros países, incluindo mais de 200 CEOs de multinacionais como Fiat, Bayer e Siemens.

Está prevista a abertura do evento pelo presidente Michel Temer – se ele sobreviver até lá.

 

Protesto demorado

Foi preciso que um fotógrafo de O Globo fosse agredido pela PM para que as entidades que representam os jornais (ANJ), as emissoras de rádio e TV (Abert) e as revistas (Aner) viessem a público protestar contra a ação dos policiais.

As denúncias de violência vêm se avolumando desde que Temer assumiu a Presidência. Em São Paulo, a polícia do governador Alckmin já causou danos permanentes em profissionais da imprensa.

Na última quarta-feira, um policial chegou a sacar a arma e disparar em direção ao chão, próximo ao fotógrafo André Coelho, de O Globo. A nota das entidades afirma que “os profissionais (também foi agredido um fotógrafo da agência EFE) estavam cumprindo sua missão jornalística, devidamente identificados, e nada fizeram que justifique a violência da Polícia Militar. É flagrante o despreparo dos policiais em relação ao trabalho jornalístico em manifestações como a de quarta-feira. Lamentavelmente, episódios como esse têm acontecido com frequência”.

As associações aguardam que as autoridades apurem com rigor os fatos e punam os culpados. É inadmissível que jornalistas sejam agredidos e tenham sua integridade física ameaçada no exercício da atividade de reportar a realidade à sociedade brasileira. O cerceamento do trabalho jornalístico agride o direito dos cidadãos de serem livremente informados”, finalizam as associações.

 

Rápidas

Representantes do turismo de 17 municípios das regiões turísticas do Vale do Café e das Agulhas Negras estarão reunidos nesta terça-feira, das 9h às 14h, durante a realização do Fórum Regional de Fortalecimento do Turismo do Estado do Rio de Janeiro. O evento será realizado na Câmara Municipal de Vassouras *** A Trevisan Editora lança o livro Relatórios de Auditoria, do economista e auditor Claudio Gonçalo Longo, nesta segunda, a partir das 18h30, na Livraria da Vila (Alameda Lorena, 1731, São Paulo-SP) *** O API Experience 2017 será realizado no WTC Events Center, nesta terça *** Infinito é o nome do curso que o fotógrafo Everton Rosa colocou em sua plataforma online, direcionado para o público que deseja uma especialização na área. São quatro aulas gratuitas: http://workshop.evertonrosa.com.br/1 *** Leo Young, vencedor da terceira temporada do MasterChef, autografa seu livro A Cozinha de Leonardo Young (Astral Cultural) em Goiânia nesta terça-feira. Será na Livraria Saraiva do Shopping Famboyant, às 19h *** Neste sábado se comemora o Dia Nacional da Mata Atlântica.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

Mudar preços implica parar venda de refinarias

Mercado financeiro cobrará deságio, e Petrobras precisa de ativos para poder operar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços dos carros mais vendidos subiram 9,4% em média em um ano

Com 18,23% de variação, Renault Kwid foi o que mais subiu de preço entre os 13 mais vendidos.

PEC Emergencial pode sair da pauta do Senado desta quinta

Parlamentares resistem a cortes na saúde e educação e propõem votar apenas questão do auxílio emergencial.

Desdobramentos da intervenção na Petrobras

Percepção é de que o 'superministro' de Bolsonaro pode estar ficando cada vez mais isolado.

IPCA-15 de fevereiro ficou abaixo da expectativa

Índice mostra variação mais fraca que o esperado em alimentação, educação; já saúde e transportes vieram mais fortes que a expectativa.

Tentativa de superação

Ontem foi dia de recuperação da Bovespa, liderada pelas ações da Petrobras, Eletrobrás e setor bancário.