O pedido de recuperação judicial feito pela companhia aérea Vasp foi aceito

ontem pelo juiz titular da 1ª Vara de Falência e Recuperação de Empresas, Alexandre Lazarini. A companhia não opera seus vôos desde o início deste ano, quando sofreu intervenção da Justiça do Trabalho.
A Vasp entra, assim, em recuperação judicial pela nova lei de falências, da mesma forma que sua rival Varig, que entrou como pedido no dia 17 de junho e já concluiu o prazo para apresentação do plano de reestruturação. Para a Vasp, o prazo é de 60 dias a partir da intimação final feita pelo juiz, que ainda não foi dada. Após a apresentação do projeto, o juiz deve convocar um comitê de credores.
O diretor da Associação dos Pilotos da Vasp (Apvasp) e membro do grupo de interventores, Areowaldo Panadés, informou que a Apvasp já fez contato com alguns investidores interessados em reativar os vôos da Vasp, operando com transporte de carga e encomendas e vôo charter (frete). Panadés, entretanto, não revelou o nome dos interessados.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDisputa pela usina de Estreito
Próximo artigoInverídica

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.