O ‘ponto de não retorno’ da Floresta Amazônica

Momento em que não consegue mais se regenerar pode chegar em 15 a 30 anos.