O povo não é bobo

Pela primeira vez, um jornal local foi o programa mais visto da TV em São Paulo. O SP TV 2ª edição cravou 30,2 pontos, 0,3 a mais que a novela Êta Mundo Bom! e 5 pontos à frente do Jornal Nacional. Noves fora a ajuda do folhetim de sucesso das 18h, é inegável que a audiência em alta do noticiário local contrasta com a decadência do JN, que vem em um viés de queda há anos, e não botem a culpa na internet. Ou pelo menos, não diretamente.

O Jornal Nacional tem ficado cada vez mais distante de seu público, deixando de lado a notícia para empurrar a versão do Grupo Globo. São longos e maçantes minutos batendo no PT – fixação global – além de insistir até a exaustão em algum outro fato que deu repercussão – no momento, o estupro da jovem carioca. Quem busca mais assuntos, ou tratados de forma jornalística, recorre aos telejornais locais, ou a outros em que a mão forçada dos editores não se faz tão presente.

A internet entra como complemento. Através das redes, tem-se acesso a fatos que não integram a cobertura da Globo, aumentando o questionamento sobre a qualidade e imparcialidade do JN. Enquanto isso, o Jornal da Band bateu recorde de audiência na última segunda-feira, com 6,3 pontos de pico e média de 5,5 na Grande São Paulo. Na quinta-feira, segurou a média de 5,7 pontos. O Jornal da Record, um pouco mais tarde, chegou a 10,2 pontos. Somadas, as duas principais alternativas na TV aberta ao Jornal Nacional chegaram a uma média de 15,9 pontos, quase 5 abaixo do programa da Globo, mas é uma distância que está sendo reduzida.

Tempo vago

Ou o presidente em exercício Michel Temer está com excesso de ociosidade, ou anda escondendo reuniões e encontros que anda mantendo. A agenda do interino para esta sexta-feira, por exemplo, previa apenas almoço com dirigentes de centrais sindicais, às 12h30. Não é caso isolado, É raro o dia em que Temer divulga agenda com mais de dois compromissos, geralmente o primeiro lá pelas 11h.

Para governos

Em uma era de maior participação do cidadão, garantida pela democracia e amplificada pelas redes sociais, os governo devem saber como se comunicar com o distinto público. Marco Antônio de Carvalho Eid, diretor de Conteúdo da Ricardo Viveiros & Associados e que, por 12 anos, dirigiu a Redação da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado de São Paulo, lança Comunicação e assessoria de imprensa para governos (Editora M. Books), no qual aborda as relações dos Três Poderes com a mídia, a partir do processo de redemocratização do Brasil, nos anos 80, até o advento do mensalão e do petrolão.

Invasão turca

A polícia do Rio está preocupada com a invasão de armas fabricadas na Turquia. Réplicas de modelos consagrados, como os da Glock, chegam a ter preço equivalente a um quarto do original, mas com qualidade bem próxima. Fabricadas sem grande controle, há relatos de várias pistolas com o mesmo número de série. Ano passado, mais de 500 foram apreendidas.

Volta a 2008

Nova crise financeira “em escala Lehman Brothers”. A advertência foi feita pelo primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante a recente cúpula do G-7, realizada em Ise-Shima. Relata o boletim eletrônico Resenha Estratégica que o primeiro-ministro afirmou que os preços das commodities caíram 55% desde 2014, índice semelhante ao do período imediatamente anterior à crise de setembro de 2008, o que tem levado especialistas japoneses a interpretar o dado como “uma advertência do ressurgimento de uma crise na escala da do (banco de investimentos) Lehman Brothers”.

Olho no Face

As mídias sociais, apesar de diversos benefícios, trazem alguns riscos para as organizações, alerta a KPMG. A consultoria lista entre estes a exposição negativa de imagem; vazamento de dados; redução da produtividade; e exposição a vírus ou malwares.

CAN 85 anos

O Correio Aéreo Nacional completa 85 anos de atividades. “Suas imensas realizações constituem um feito sem paralelo na história da aviação e representam uma saga digna de ser exaltada”, exalta o vice-presidente do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil, coronel aviador reformado Manuel Cambeses Júnior.

Na próxima terça-feira, às 14h30, Cambeses faz palestra sobre o CAN no auditório do Instituto (na Casa Histórica de Deodoro, Praça da República, 197, Centro – RJ).

Rápidas

A FGV Energia lança na próxima quarta-feira o caderno de Recursos Energéticos Distribuídos, que analisa como a inserção desses recursos pode alterar o mercado de energia elétrica brasileiro. Participam do lançamento Ricardo Gorini, diretor da EPE, e Tiago de Barros Correia, diretor da Aneel, entre outros *** O professor Bayard Boiteux foi contratado pelo empresário norte-americano Pablo Cubillo para criar um parque temático sobre o Rio de Janeiro na Intl Drive, Orlando, EUA. Bayard propõe um espaço com um mini sambódromo, uma praça de alimentação nos moldes da Lapa, uma praia de Copacabana, trilhas pela Floresta da Tijuca, culminando no Corcovado, além de aulas de gastronomia, dança e surfe e um ambiente com Santa Teresa e sua vida cultural. A ideia é inaugurar o parque em março de 2017.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Receita: brasileiros movimentaram R$ 127 bi em criptomoedas em 2020

O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Jonathan de Oliveira, disse, nesta quarta-feira em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara...

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.