O triste fim de DSK

Nem em seus sonhos mais convictos, os opositores das políticas do Fundo Monetário Internacional (FMI) podiam imaginar que a materialização da sua palavra de ordem mais conhecida – “Fora daqui com o FMI!” – se daria por problemas comportamentais.

Capturado
O noticiário sobre o acordo entre BNDESPar e JBS não foi suficiente para dar conta de todos os detalhes do – para ser elegante – negócio. Nota distribuída ainda na quarta-feira pelo BNDES mostra um fenomenal exercício de retórica para apresentar o acordo como vantajoso – do que ninguém duvida, no caso do JBS, mas extremamente questionável do ponto de vista de um banco público.
Diz a nota: “A operação elimina a necessidade de realização da oferta pública da JBS USA no mercado norte-americano, que vive um momento pouco favorável a novas emissões de ações.” Assim, se o mercado está ruim – também no Brasil – a conta fica para o governo.
“(…) a capitalização permitirá que a JBS aproveite oportunidades de mercado para captar recursos via JBS USA (…) podendo, assim, alocar de forma mais eficiente sua dívida.” Eficiente para quem?, perguntaria Tonto, o índio amigo do Zorro (o branco, Lone Ranger no original norte-americano).
Finaliza a nota: “Por estes motivos, a capitalização acelera a captura de valor tanto para os debenturistas quanto para os acionistas da JBS, em comparação com a alternativa de manter a estrutura das debêntures vigente.” Nestas horas é que dá pena da assessoria de imprensa.

Nem aí
A ser verdadeira a lista vazada por parlamentares para alguns jornalistas e que já circula pela Internet sobre as empresas que teriam pago por serviços de consultoria do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, os cardeais tucanos vão continuam a manter o silêncio ensurdecedor que têm dedicado a tão momentoso tema.

Tubarões a salvo
Com cerca de 20 nomes, abarcando multinacionais e grandes empresas nacionais, incluindo pelo menos um grande conglomerado de mídia, a lista remete a dois grandes momentos de acordão entre PT e PSDB: a lista dos corruptores exposta por PC Farias na CPI do Collor e a CPI do Banestado, que trouxe à tona os principais usuários de caixa dois no país.

Nova rede
O papel da TI na próxima década será o tema do Universo Totvs, que a sexta maior companhia de tecnologia de informação do mundo realiza no próximo dia 26, em mais de 30 cidades, simultaneamente. Laércio Cosentino, presidente da empresa, apresentará o by You, rede social corporativa e nova oferta da Totvs. Programação completa e inscrições em www.universototvs.com

Comunicação na pauta
O Clube de Engenharia sedia, nesta sexta-feira e sábado, o seminário Marco Regulatório – Propostas para uma comunicação democrática. Organizado pelo Movimento pela Democratização da Comunicação, o evento pretende definir uma proposta de marco regulatório para a comunicação no país. O Clube de Engenharia  fica na Avenida Rio Branco 124, no Centro do Rio.

Envelhecimento
As tendências demográficas da população brasileira e como a iniciativa privada pode e deve se preparar para um país mais idoso são temas de palestra que o presidente do IBGE, Eduardo Pereira Nunes, fará dia 24 em São Paulo. A realização é do Grupo Vistage, organização que reúne mais de 14 mil líderes empresariais de todo o mundo, em comemoração a seus 15 anos no Brasil. O evento será no Hotel Renaissance.

É o câmbio!
Estão abertas as inscrições para a 30ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex 2011), realizado pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). O evento, que acontecerá de 18 a 19 de agosto, no Armazém 2 do Píer Mauá no Rio de Janeiro, tem como lema “Competitividade no Comércio Exterior Brasileiro”. O objetivo é fomentar o diálogo entre empresários e governo, na busca por soluções para os problemas dos exportadores e dos importadores brasileiros.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTribunal
Próximo artigoGrande família

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...